Publicidade
Entretenimento
Vida

Polêmica da vinda dos médicos estrangeiros para o Brasil é tema de debate popular em Manaus

O tema foi debatido neste sábado (15), pelo Projeto Jaraqui e Tribuna Popular na praça da Polícia, no Centro de Manaus 15/06/2013 às 12:29
Show 1
Os temas chamaram a atenção de populares que passavam pelo local
acritica.com ---

A polêmica proposta da vinda de 6 mil médicos cubanos, portugueses e espanhóis para o Brasil, juntamente com a situação sa saúde no interior do Amazonas foram debatidos na manhã deste sábado (15), pelo Projeto Jaraqui, Tribuna Popular, na praça da Polícia, no Centro de Manaus.

Os temas chamaram a atenção de populares que passavam pelo local, que interagiram na tribuna popular, dirigindo os seus questionamentos aos representantes do Conselho Regional de Medicina (CREMAM) e Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam).

"A ida de médicos para os locais distantes do Brasil, como para o interior do Amazonas, por exemplo, não vai resolver o problema de saúde. Há aí uma questão  sanitária e de infraestrutura. Podem levar 50 médicos para o interior, mas não adiantará de nada, se não houver uma infraestrutura adequada, saneamento básico adequado, sem educação", pontuou o presidente do CREMAM, o médico Jefferson Jezini.

Para o coordenador do Projeto Jaraqui, o professor universitário Ademir Ramos, a saúde no Brasil, passa por um caótico. "Vivemos um apagão de saúde no Brasil", comenta.

Durante a movimentação, quem esteve na praça, pode ver uma exposição de fotos do CREMAM, referente as infraestruturas precárias dos hospitais de Manaquiri e Humaitá.

Publicidade
Publicidade