Quarta-feira, 05 de Agosto de 2020
Buzz

Polícia conclui que Robin Williams se enforcou com um cinto

A morte de Williams ocorreu cerca de um mês após o ator, que lutava contra a depressão e tinha problemas com drogas e álcool, ter se internado numa clínica de reabilitação pela segunda vez



1.jpg Ator foi encontrado inconsciente e sem respirar quando os paramédicos chegaram em sua casa
12/08/2014 às 22:39

A polícia do condado de Marin, nos EUA, concluiu que o ator vencedor do Oscar Robin Williams, 63, morreu na segunda (11) após se enforcar em sua casa, na Califórnia. A informação está em um laudo preliminar divulgado em entrevista coletiva nesta terça (12).

A morte de Williams ocorreu cerca de um mês após o ator, que lutava contra a depressão e tinha problemas com drogas e álcool, ter se internado numa clínica de reabilitação pela segunda vez. Williams estava “inconsciente e sem respirar” quando os paramédicos chegaram em sua casa na cidade de Tiburon, depois de receberem um chamado às 11h55 do horário local (15h55 de Brasília).



Ainda segundo o laudo preliminar da polícia, que trabalha com a hipótese de suicídio, o ator morreu por asfixia, às 12h02. Ele foi encontrado por seu assistente, pendurado contra a porta de um armário com um cinto no pescoço. Além disso, o laudo aponta que ele tinha marcas de cortes superficiais no pulso esquerdo. Um canivete com manchas que aparentam serem sangue seco foi encontrado próximo ao corpo.

O tenente disse que as investigações sobre a morte do ator continuam e que exames toxicológicos serão feitos, mas que os resultados podem levar entre duas a seis semanas. A última vez em que o comediante foi visto vivo foi por sua mulher, a designer gráfica Susan Schneider, na noite do último domingo (10). 



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.