Quarta-feira, 24 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Buzz

'Por muitos anos, nós, mulheres, fomos obrigadas a nos calar', dispara Valesca Popozuda

Funkeira carioca Valesca Popozuda promete lançar música inédita em bloco carnavalesco de Manaus no domingo (31)


22/01/2016 às 18:51

A funkeira carioca Valesca Popozuda vai ser a atração mais esperada do Bloco do Copacabana Chopperia, que acontece dia 31 de janeiro, a partir das 15h. A festa terá, ainda, as apresentações de Cuka Fresca, Cacildes, Vai Garotão, Xererê, Jr e Banda e DJ Daniel Barretos. Em entrevista exclusiva ao Portal A Crítica, Valesca disse que promete lançar uma música nova durante a festa e falou sobre outras novidades imperdíveis para os “popofãs”. 

O ingresso para o “Bloco do Copa” custa R$ 20 (pista) e R$ 60 (área VIP com abadá e copo personalizado). Para animar a galera, o chopp vai custar R$ 1 até às 17h. 

Sobre a apresentação em Manaus, Valesca disse que está superanimada e que já perdeu as contas de quantas vezes esteve por aqui. A funkeira revela que sempre vem à capital, seja para descansar ou a trabalho, e confessa que acha a “cidade fantástica”. “A atmosfera de Manaus é única”. Ela acredita que amazonenses e cariocas são extremamente parecidos e acha o máximo poder ir onde seus “popofãs” estão. 

Valesca subirá ao palco após às 19h, e no repertório não faltarão os hits de sucesso “Beijinho no Ombro”, “De Sainha” e “Eu Sou a Diva que você quer copiar”. O repertório da apresentação também será composto por  hits que ela costuma ouvir quando corre, em passeios ou viagens. E não para por aí: Valesca promete surpreender a todos com o lançamento da música inédita “Boy Magia”.  

Por falar em novidade, Valesca afirma que está sempre antenada com os lançamentos musicais e ligada em tudo o que está “bombando” no cenário atual, inclusive as novidades dos colegas cantores.

Preparativos

publicidade

No momento, a funkeira está a todo vapor pesquisando, orçando e criando os últimos detalhes para a gravação do primeiro DVD da carreira, que ainda não tem data para acontecer. “Meu empresário é um pesquisador nato. Criativo que só. Ele vai olhando a vida, o dia a dia e trazendo inspirações. Daí, a gente junta tudo, discute e começa a ver o que funciona”, ao descrever o andamento do novo projeto.

Questionada sobre o conteúdo da maioria de suas músicas, que exaltam sempre o poder feminino na sociedade e a superioridade delas em relação aos homens, ela comenta: “Por muitos anos nós, mulheres, éramos obrigadas a nos calar, a andar sempre um passo atrás, pelo menos, do que os homens. Percorremos um longo caminho até darmos uma elevada na autoestima. Por isso, considero genuíno e válido qualquer referência das minhas amigas de profissão que querem ser as melhores. Eu apoio”, decretou a musa do funk.

publicidade
publicidade
MP recomenda que Prefeitura de Nhamundá não custeie exposição agropecuária
Em parceria com a Valer, Beth Azize lança reedição de 'E Deus Chorou Sobre o Rio'
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.