Publicidade
Entretenimento
Prato na chapa

Pratos que são um convite ao paladar, aos olhos e à emoção

Pratos que são um verdadeiro espetáculo para os olhos e também para o paladar 28/01/2013 às 11:20
Show 1
O prato que mistura legumes e frutos do mar é preparado na frente dos clientes em um dos balcões do Emporium Roma
Luana Ribeiro Manaus

Se tem prato feito na chapa no cardápio do restaurante, ele com certeza é o mais pedido. É o que provam alguns restaurantes. Parte dessa preferência se deve ao sabor e outra pela “emoção” na hora de preparar e servir.

É  assim na Cachaçaria do Dedé. A isca de carne de sol servida na mesa em chapa quente fumaçando é a preferida dos clientes. “Depois da isca, os mais pedidos são o de filé de carne de sol, picanha, pirarucu, charque de cupim que coincidentemente também são servidos na chapa”, diz o coordenador geral do bar e restaurante, Marciel Furtado.

Arte na cozinha

No Empório Roma, é o preparo que faz os olhos do cliente brilhar - e a boca salivar.  Em um dos balcões espalhados pelo restaurante, a cozinha  fica totalmente à mostra por um grande vidro, e  é um espetáculo ver o cozinheiro na  flambando carnes, fazendo malabarismo com ovos e saltando legumes. Tudo na chapa!

O prato em questão é o Teppanyaki, que é também está no topo da lista de mais pedidos da casa. “Os clientes gostam muito desse prato oriental quente. Ele é preparado na hora e leva cerca de cinco minutos para ficar pronto”, diz o auxiliar de cozinha, Renan Nascimento.

O prato que é quase uma atração do restaurante, tem nove opções de  sabores. “No cardápio oferecemos o Teppanyaki de filé mignon, frango, camarão, salmão, pirarucu, frutos do mar, mar e terra e Emporium”, revela Renan.

Acompanhamentos

Outro motivo para o prato ser tão requisitado são os acompanhamentos. A carne de sol na chapa da Cachaçaria do Dedé por exemplo acompanha baião de dois, maionese, farofa, queijo coalho, bolinho de macaxeira e salada. 

Já o Tepannyaki, do Emporium Roma, tem uma lista extensa de guarnições. “O prato vai para mesa com o trio de molhos de ponzo, castanha e mostarda, salada e ainda arroz Yakimeshi (arroz com cenoura e ovo) ou Gohan”, diz Renan.

Uma terceira razão pelo favoritismo do prato na chapa, é menos gastronômica e mais afetiva, digamos assim. Pelo menos é o que acredita o coordenador geral da Cachaçaria do Dedé, Marciel Furtado.

“Creio que a carne de sol na chapa é tão pedida porque é nostálgica. Muita gente vem aqui e diz ‘esse prato me lembrar minha cidade lá nordeste’ ou ‘essa carne me lembra uma viagem’, diz ele. “Como fazemos um mix de várias culinárias do Brasil aqui, cada prato remete a uma lembrança ou a história de alguém. Esse é especial para muita gente”, conta.

Pelo jeito, os pratos feitos na chapa são um convite ao paladar, aos olhos e à emoção.

Publicidade
Publicidade