Publicidade
Entretenimento
Gastronomia

Presente doce: dona Liccita revela receita especial

Liccita Benchimol revela o segredo de seu famoso doce de cupuaçu amado por amigos, filhos e netos 27/10/2015 às 11:52 - Atualizado em 16/12/2015 às 13:50
Show dona liccita revela receita especial acrima20151003 0057 15  2
Dona Liccita revela receita especial (Evandro Seixas )
Anônimo redator

Aos 85 anos, Liccita Benchimol guarda memórias profundas da época de menina, quando morava no Centro da cidade. Ela lembra que, por volta dos 15 anos, ajudava a mãe com os afazeres de casa. “Éramos oito filhos e só havia eu e outra irmã de mulheres. A minha irmã gostava de brincadeiras, e eu gostava de ajudar a minha mãe”, recorda. Entre as tarefas permitidas para ela, estava a de mexer, no fogo, um doce de cupuaçu que faz o paladar de muitas pessoas – entre prezados amigos e familiares - até hoje.

Por ter tido um pai que cresceu no Marrocos, Liccita se tornou uma especialista em comida marroquina. Mas o famoso doce de cupuaçu não possui nenhum outro traço que não seja o amazônico. “Não dá pra misturar as frutas de lá com o doce, não combina”, diz ela, que para fazer o doce só usa a massa de cupuaçu, açúcar e o liquidificador. O grande destaque do doce fica por conta da forma em que ele é servido, podendo assim ter vários “formatos” conforme a forma que for utilizada. “Às vezes uso vasilhas retangulares, mas se eu quiser fazer em uma vasilha decorada, eu faço”, pondera.

Benchimol prepara o doce com a ajuda de uma amiga, que “despolpa” o cupuaçu para ela. “Como cupuaçu é uma fruta que só dá em determinada época, ela despolpa pra mim e guarda com ela. Ela vai separando em pacotes de peso único e, conforme vou precisando, vou pedindo”, afirma ela, que faz quatro quilos de doce de cupuaçu a cada preparo. “Quando eu era mais nova, eu fazia oito quilos de doce. Era completamente louca (risos). Agora só faço quatro. A cada dois quilos de massa, adiciono dois quilos de açúcar. Faço de uma vez só. Não pode parar de mexer nenhum minuto, porque senão o doce queima”, destaca.

Presença cativa

Toda sexta à noite Liccita se reúne com os familiares. O doce de cupuaçu, por sua vez, é presença cativa na ocasião. E já que ela prepara o doce em grandes quantidades, ela revela o que faz para conservá-lo. “Eu vou comprando a fruta conforme a época. Congelo a polpa, que enche o freezer da minha geladeira”, diz ela. Por ser um doce simples, mas especial, ela aponta que demora um pouco para que ele fique pronto. “Demora mais que uma hora pra fazer, porque ele tem que ser mexido no fogo até ‘soltar’ da panela. É preciso deixar esfriar porque, ao colocá-lo na forma, só iremos desenformá-lo no dia seguinte”, afirma.

Nas reuniões em família, Benchimol garante que, se não faz o doce de cupuaçu, leva o doce de laranja da terra, que aprendeu a fazer com sua avó. “Mas o meu preferido é o de cupuaçu, porque percebo que o povo gosta. Em nossa Páscoa judaica, levo sempre esses doces para servir. Temos um calendário vasto na religião judaica. Acabamos de sair do nosso Ano Novo, o Rosh Hashaná; e do Dia do Perdão, o Kipur, que se comemora em setembro”, garante. Além de alegrar a família, ela gosta de mandar o doce como mimo para os amigos no fim de semana. “No judaísmo comemoramos a chegada do sábado”, diz ela.

Internacional

Liccita alega que, pra onde a convidam, ela leva o doce. “Levo até para casamento dos famliares, batizados, pra onde me chamarem”, ressalta. Quando Benchimol viaja para o exterior, o doce muitas vezes a acompanha em suas andanças. “É um sucesso absoluto. Já levei-o até para Los Angeles, cidade onde minha sobrinha mora, na época em que ela teve neném. Levei para o Rio de Janeiro, São Paulo, para onde eu vou. Já levei até para Israel esse doce, mas geralmente as pessoas que provam são os amazonenses que moram por lá. Essa é a origem que eu quero transmitir”, encerra.

Prendada

Aos 85 anos, a aposentada Liccita Benchimol não abre mãe de preparar semanalmente o seu bom e velho doce de cupuaçu, que é aclamado por seus amigos e seus familiares. A receita do doce de cupuaçu está no livro “Receitas da família Benchimol”.

Receita: Doce de cupuaçu

Ingredientes: 1 kg de massa de cupuaçu cortado e liquidificado e 1 kg de açúcar

Modo de fazer

Coloque tudo na panela e não pare de mexer. Quando estiver soltando da panela, pode retirar e colocar na vasilha que deseja desenformar. 

Publicidade
Publicidade