Publicidade
Entretenimento
Vida

Primeira Classe: Simone Quadros

Médica fala do equilíbrio da rotina profissional com a pessoal. Ela, que dedica o tempo aos dois filhos, ao casamento de longa data com o médico Mário Quadros, e aos hobbies como viagens e fotografia, figura nossa coluna desta semana 07/11/2015 às 14:11
Show 1
A ginecologista iniciou um projeto de um livro que falará sobre a história da mulher na medicina, ainda sem data de publicação
LÍDIA FERREIRA Manaus (AM)

Referência quando o assunto é saúde dos adolescentes, a médica ginecologista Simone Quadros tem o carisma e dom de usar as palavras de forma simples e carinhosa  para facilitar a compreensão de seus jovens pacientes. E engana-se que só as moças são seu foco: os rapazes também são bem vindos no consultório para tirar dúvidas. A rotina profissional é bem equilibrada com a pessoal: ela dedica o tempo aos filhos Gustavo e Bernardo, do casamento de 28 anos com o médico Mário Quadros, e aos hobbies como idiomas, viagens, eitura e fotografia. 

A sua carreira profissional se entrelaça com a sua vida conjugal, certo? 

Sim, sou formada há 28 anos em medicina pela  Universidade Federal do Amazonas (Ufam), mesmo tempo que tenho de casada. Meu pai disse: ‘só pode casar depois que se formar’ e eu obedeci (risos). Casei meses depois da formatura. Na faculdade eu já namorava com o Mário, foram seis anos de relacionamento antes do casamento. Então, imagina só quanto tempo estamos juntos! (risos). 

Então vocês dividem o amor pela medicina?

Com certeza. Fomos juntos para residência em São Paulo, eu estudar para ginecologia e ele para endocrinologia. Foram dez anos longe de Manaus. Somos uma família de médicos, agora ainda mais porque meu filho mais velho, Gustavo (21), ingressou para medicina na Ufam. Também tenho um filho de 17 anos, o Bernardo, que ainda está no Ensino Médio e quer cursar medicina. Só tem homem aqui em casa! Eu digo que as minhas filhas estão no consultório, são as minhas pacientes. 

Saúde e bem estar deve ser tema de família sempre? 

Minha mãe é médica, eu sou casada com meu médico que fica me chamando para caminhar, fazer atividade física e, vira e volta, fala: ‘olha está comendo muito pão, melhor trocar pela tapioca’ (risos).O Mário me orienta muito e eu gosto de ter uma alimentação saudável, de me  cuidar. 

E a parte estética? 

Também, principalmente porque tenho uma clínica voltada a isso. Faço todos os tratamentos disponíveis lá, cuido principalmente da pele por conta do nosso clima, mas nada muito exagerado. Gosto também de maquiagem, mas as que tenham uma fixação boa pois passo o dia trabalhando e não tenho tempo de ficar retocando. Não sou fiel a uma marca, gosto da que seja boa para saúde. Eu gosto muito de praticidade. Assim mesmo é com roupas, eu gostei, eu levo, seja de marca ou não. 

Quando a senhora não está trabalhando, o que gosta de fazer?

Meu lugar preferido sem dúvida é a minha casa. Gosto muito de estar com a minha família. Eu sou de família italiana, então já viu, a gente gosta muito de fazer macarronada, de se reunir todo mundo, principalmente aos domingos. Aí podemos conversar sobre o que aconteceu durante a semana, pois  muitas vezes não dá tempo, por conta do dia a dia, de a gente almoçar ou jantar juntos no meio da semana. Também tenho um hobby que é fotografar  e eu divido essa paixão com meu filho Gustavo. Nós pesquisamos e  estudamos juntos sobre equipamentos e técnicas.  Eu adoro fotografar paisagem, principalmente o nosso rio, flores e, claro, da minha família,  meus filhos.Também gosto muito de estudar, de ler.

A leitura também é um hobby?

Sim, leio três livros ao mesmo tempo. Geralmente de manhã algo mais relacionado ao trabalho, já para o final do dia algo de ficção ou viagem. Sempre gostei muito de estudar, ainda gosto. Adoro ler! Leio jornal, revistas, bula de remédio, tudo. Também gosto muito de idiomas. Na época da faculdade eu dava aulas de inglês. Também falo italiano fluente, francês  e um pouco de espanhol. Adoro viajar, começo uma viagem seis meses antes de ela acontecer, sempre lendo livros sobre o destino.  

BATE-BOLA

Bem estar e beleza

Simone Quadros gosta de cuidar da saúde e da beleza. “Não sou muito ligada a marcas, gosto de bons produtos que durem 12 ou 24 horas. De maquiagem, sem dúvida a Mac é uma das preferidas. De perfume só uso do Annick Goutal, infelizmente não vende em Manaus, geralmente compro durante as minhas viagens”.

Amor à leitura 

“Adoro ler, o mais variados livros. Gosto do livro físico, jornal, papel. Meu filho Bernardo baixa livros, mas digo que nem adianta: para eu ler, tem que me dar o livro. Acho que foi do amor aos livros que surgiu meu interesse pela fotografia, pois leio muitas publicações sobre viagem que são recheadas de fotos, mas gosto de ficção também”.

Conexão juventude

A conexão  de Simone com os adolescentes começou ainda na época em que ela estava na faculdade e dava aulas de inglês para os jovens. Logo depois, a médica começou a escrever para revistas nacionais sobre o temas relacionados a sexo e juventude, além de realizar traduções do inglês. A ginecologista iniciou um projeto de um livro que falará sobre a história da mulher na medicina, ainda sem data de publicação.

Vida e diversão em família 

Estar em família é o programa preferido da médica Simone Quadros. Seja no almoço de domingo ou nas viagens, ela abre mão de outras atividades para estar na companhia do marido Mário Quadros, com quem está casada há 28 anos, e dos filhos Gustavo e Bernardo. Curtir a sua residência, principalmente aos domingos, é uma dos programas  que a médica mais gosta. Descente de italianos, o almoço com o cardápio de massas é rotina na mesa da família Quadros, geralmente aos fins de semana.

Viagens e fotos 

Duas paixões de Simone Quadros andam sempre lado a lado: viagens e fotografia. Inclusive, ela divide com o primogênito a paixão por tirar fotos, um hobby que os dois pesquisam e estudam juntos. As paisagens durante as viagens, os passeios pelo Amazonas, o seu jardim e também os filhos são sempre alvo de seus cliques. “Um das minhas viagens marcantes foi para Grécia recentemente, onde pude rever um pouco da história da medicina, de Hipócrates. Ele mostro que a medicina não é ‘mágica’ e sim ciência. Foi muito interessante”.

Delicadeza manuscrita 

Outra paixão de Simone Quadros é escrever cartões. A médica faz questão de comprar e deixar mensagens manuscritas para entregar aos pacientes e amigos. A sua marca preferida é a americana Papirus.

Publicidade
Publicidade