Publicidade
Entretenimento
Vida

Produtora cultural de Manaus movimenta a cena em agosto

Artrupe Produções Artísticas prepara um espetáculo de dança para o próximo dia 23. Clipe produzido para a banda Malbec e peça teatral também são destaques 14/08/2013 às 14:51
Show 1
Fragmento do videoclipe da música "Fitas Livres", da banda Malbec
Mônica Dias Manaus (AM)

Duas novas produções culturais da amazonense Artrupe Produções Artísticas estão programadas para estrear no dia 23 deste mês: o novo videoclipe da banda Malbec e o espetáculo de dança “Viva La Zona”. O clipe será lançado na Feira da Música de Fortaleza, na capital cearense, e o espetáculo será realizado no Café Teatro Les Artistes, localizado na avenida Sete de Setembro, no Centro de Manaus.

A produção do videoclipe da música “Fitas Livres”, do grupo local Malbec, começou em janeiro e terminou no inicio de agosto. O trabalho conta a história de um casal em crise e foi a primeira experiência da produtora com video musicais.

O clipe foi pré-lançado em Manaus na Semana do Audiovisual (Seda), no último sábado (10). Para quem não viu, o diretor do projeto, Rafael Ramos, adianta que é algo bastante experimental. “Como a música fala sobre fitas, usamos isso como uma metáfora no clipe. Elas prendem o rapaz e não o deixam chegar perto da namorada. Brincamos com uma coisa lírica de sonhos, do inconsciente do rapaz”, afirma.

O resultado foi aprovado pela banda, de acordo com o vocalista Ian Fonseca. “O resultado ficou interessante, tem a pegada do que eles imaginavam. Dessa vez, somos meros espectadores, e fizemos algumas aparições ‘hitchcockianas’ a pedido deles”, brincou. Após o lançamento na Feira da Música de Fortaleza, o trabalho estará disponível no canal do Youtube da Malbec.

Dança
Previsto para estrear no mesmo dia, mas em Manaus, o espetáculo “Viva La Zona” vai retratar a vida do homem amazônico, como explica o ator e produtor cultural Danilo Reis. “São seis bailarinas abordando um pouco do homem amazônico contemporâneo, tratando aspectos homem manauara de hoje com o paradigma da floresta”, adianta.



A produção para este projeto está sendo feita desde dezembro de 2012 e a expectativa da equipe é a melhor possível. “Estamos preparando tudo com muito carinho. O espetáculo foi concebido e coreografado pela bailarina Hamyle Nobre e está muito bom”, Danilo assegura. A apresentação está marcada para as 20h no Café Teatro e terá entrada franca.

Em cartaz
Enquanto os lançamentos não chegam, a Artrupe está na ativa com o espetáculo “Casa de Inverno”. A peça estreou no dia 27 de julho e fala da relação de uma família perdida entre as identidades e afetos. “São três personagens mostrando esse dilema: a mãe, o homem e o filho”, completou Danilo Reis. As apresentações são feitas às 20h de todos os sábados no Sesc (localizado na rua Henrique Martins, Centro). A obra tem censura de 16 anos e os ingressos custam R$ 20 por pessoa.

Publicidade
Publicidade