Publicidade
Entretenimento
Vida

Profissionais apostam em atividade para organizar espaços domésticos e empresariais

Os profissionais cuidam de atividades que as pessoas, frequentemente, não têm habilidade ou disposição para realizar, como a organização de closet, armário, guarda roupa, cozinha, despensa, além de treinar empregada e babá, entre outras atividades necessárias para deixar a casa em ordem 30/08/2015 às 19:28
Show 1
Organizar o closet pode parecer fácil, mas se deixar tudo disposto de forma prática exige uma certa habilidade que nem todos têm.
Joubert Lima Manaus (AM)

Às vezes, para alcançar a realização profissional, é preciso dar uma volta de 360 graus na própria vida. Foi o que fez Martha Sol, que trocou a atividade como empresária para apostar em um novo e inusitado nicho de mercado, tornando-se uma personal organizer. “Organização na vida das pessoas é fundamental. A profissão de personal organizer proporciona qualidade de vida, organiza os espaços domésticos e empresariais, aumentando a praticidade, agilidade, economia, produtividade e bem estar das pessoas”, explica Martha.

Basicamente, a profissional cuida de atividades que as pessoas, frequentemente, não têm habilidade ou disposição para realizar, como a organização de closet, armário, guarda roupa, cozinha, despensa, além de treinar empregada e babá, entre outras atividades necessárias para deixar a casa em ordem.

O que não falta no mercado são famílias em busca de serviços como esses. Por essa razão -  além da evidente qualidade do seu trabalho - Martha conta com dezenas de clientes e alcançou algo que nem toda as pessoas conseguem: felicidade na carreira que escolheu.

A virada

A amazonense de 57 anos é graduada em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda. Atuou na área comercial, com vendas e marketing, e trabalhou em agência de publicidade, antes de abrir sua própria empresa, sempre num ritmo de vida bastante intenso.

A mudança começou em 2012, quando uma fratura no fêmur obrigou Martha a ficar de cama por vários meses. Nesse tempo, Martha repensou sua vida, leu, pesquisou e decidiu apostar tudo na nova carreira.

“Minha primeira cliente foi uma profissional da área de eventos. Hoje tenho algumas dezenas de clientes, que são as maiores divulgadoras de meu trabalho”, conta Martha.

Atualmente, os serviços como personal organizer são a principal fonte de renda para Martha, que também é representante em Manaus de um produto para evitar mofo nos armários, sempre pensando no conforto dos clientes.

Sem investimentos em divulgação, a propaganda do serviço é feita no tradicional boca a boca, com ajuda das redes sociais. A resposta do mercado foi a melhor possível.

“Eu nem pensei em sucesso, só pensei em atrair pessoas para eu poder trabalhar e compartilhar dicas de casa e boas energias. A divulgação faz parte para que todos conheçam minha nova profissão. Foi através do Instagram, da FanPage (no Facebook) e blog que tudo começou, ressalta.

Martha Sol: Empreendedora

“Em 2012, fraturei o fêmur em um acidente “Foram momentos difíceis pra mim. Meu  corpo dependia 100% de ajuda de famílias mas minha mente estava livre, sadia e com bastante tempo para criar, planejar e sonhar! Neste momento decidi mudar meu “estilo de vida”. Fui pesquisando, lendo, estudando e organizando meus horários. Quando o médico me liberou das muletas, voltei à empresa cheia de ideias na cabeça, marquei uma reunião com o sócio e  contador e decidimos que fecharíamos a empresa até final de julho. Tudo foi feito conforme acordado e, em agosto, eu estava seguindo para São Paulo me especializar em Personal Organizer”.

Capacitação

Para tornar-se uma personal organizer, não basta ser organizado. Além da capacitação básica em São Paulo, Martha especializou-se em Baby Organizer (acompanhamento da futura mamãe). O trabalho dela pode ser conferido no Instagram (@personalorgani zermarthinhasol). E-mail: martinhasol@hotmail.com.


Publicidade
Publicidade