Publicidade
Entretenimento
Dicas & mais

Profissionais locais ligados à moda apostam em suas criações originais e artesanais

Aquela roupa antiga, mas com um tecido em bom estado, pode se tornar uma nova peça com a customização 26/06/2016 às 18:46
Show 1098438
"O artesanal pode ser chic, com um bom acabamento, com um bordado, por exemplo”, diz a consultora de imagem e estilo, Vanusa Gadelha.
Lídia Ferreira Manaus (AM)

Há tempos a moda está abandonando as tendências e dando lugar ao estilo pessoal, especialmente com um toque de sustentabilidade. Ter uma peça única, do jeito que você sempre desejou, não é exclusividade de grandes marcas. Profissionais apostam nessa máxima e cada dia encontram alternativas para agradar seus clientes com a ajuda de técnicas variadas de costura e artesanato. 

Aquela roupa antiga, mas com um tecido em bom estado, pode se tornar uma nova peça com a customização. Assim como retalhos podem ser transformados em um vestido. Os acessórios podem ser personalizados para a sua necessidade, com a estampa que você deseja.

Enfim, inúmeras possibilidades podem ser feitas e, o melhor, por um preço bem mais acessível. “Não sou contra  a pessoa consumir, mas temos alternativas muito boas de moda sustentável. Às vezes você enjoou daquela blusa, mas ela ainda está em ótimo estado, vale a pena dar uma nova cara para ela. O artesanal pode ser chic, com um bom acabamento, com um bordado, por exemplo”, diz a consultora de imagem e estilo, Vanusa Gadelha.

Moda sustentável  
A consultora de imagem e estilo Vanusa Gadelha ressalta que, mesmo sustentável, as produções e customizações podem ficar sofisticadas e chics. “O corte, o tipo de tecido e o caimento, enfim, essas técnicas  valorizam a peça. O bordado é rico, por exemplo, é algo feito a mão e isso tem um valor e tanto. Mesmo que o molde seja o mesmo, ele vai sair personalizado com a cor, o tamanho, etc”, diz a proprietária da loja Cor&Contas.

Colares e brincos feitos com tecidos e peças produzidas com retalhos são duas marcas registradas do trabalho de Vanusa. “Há tecidos nobres em retalho e que não servem para fazer uma peça, então, dá para aproveitar. É bem trabalhoso, mas o resultado compensa”, diz. Ela estimula a transformação das roupas antigas, seja por um ajuste ou uma nova roupagem, ou por meio de troca ou doações. “Ser sustentável é otimizar as coisas que você tem e usá-las para se sentir bem, elevar sua autoestima”, diz.

Para fazer a cabeça


 Os acessórios para cabelos, como turbantes, pompons e laços, são feitos à mão pela artesã Kellen Araújo. O ateliê, que leva o nome dela, faz de tudo um pouco -  nécessaires, bolsa bucket, kits de higiene pessoal - entre tantas outras opções. “Sempre os lacinhos e enfeites para os cabelos são os mais procurados. Fazemos de estampas variadas”, diz ela, que vai abrir uma loja no Centro no próximo mês.

Personalizados 

Também especializado em acessórios como bolsas e turbantes, o  Ateliê Art’s Sisi se diferencia ao confeccionar produtos ao gosto do cliente. Uma das peças mais queridas pelos seguidores do perfil do local é a bolsa Lorena, feita por encomenda de uma cliente com esse nome. “Ela  queria uma bolsa pequena para caber só o celular e a habilitação, que é o que ela precisa na balada. Muita gente gostou e encomendou também”, conta a proprietária, a administradora Silene Trindade. Ela ressalta que utiliza também materias reciclavéis como garrafas pet e caixas de leite líquido. “O diferencial está no acabamento, sempre faço tudo forrado e bem costurado”, diz.

Serviço

O quê:  Cor & Contas 

Contato: (92) 98226-5704

O quê:   Ateliê Art’s Sis
Contato: (92) 98405-8778

O quê:  Ateliê Kellen Araújo
Contato: (92) (92) 99351-3106 
 

Publicidade
Publicidade