Publicidade
Entretenimento
EXPOSIÇÃO

Projeto Arte Sesc promove 12 exposições simultâneas em todas as regiões do país

A iniciativa, criada para promover as artes visuais modernas e contemporâneas, também abre espaço para jovens artistas e inclui materiais educativos 31/01/2019 às 10:29
Show carlos vergara cr dito cesar duarte 02 c228207d e619 4953 bd87 c78838bb3c87
Obra de Carlos Vergara (Foto: César Duarte/Divulgação)
acritica.com

Carlos Vegara, Beatriz Milhazes e Artur Bispo do Rosário são alguns dos artistas que estão na programação do projeto Arte Sesc, que acontece com 12 exposições simultâneas nas unidades do Sesc em todo o país. A iniciativa, criada para promover as artes visuais modernas e contemporâneas, também abre espaço para jovens artistas oriundos de diversos estados do país, que integram mostras coletivas. Todas as exposições são acompanhadas por materiais educativos, além de palestras e oficinas de arte.

“O Arte Sesc é uma das ações de grande relevância para democratização das artes visuais. Nesse sentido o Sesc mantém uma programação regular de mostras artísticas em mais de 190 centros culturais e centros de atividades, nas capitais e no interior em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal”, ressalta Caroline Souza, analista de artes visuais do Sesc.

Em 2019, o Arte Sesc contará com 12 exposições. A mostra “Carlos Vergara viajante – Experiências de São Miguel das Missões” apresenta, por meio de filmes, pinturas, monotipias e montagens fotográficas, a pesquisa do artista após uma visita à região onde ficam as ruínas do povoado gaúcho em que, no século 17, a missão jesuíta atuou junto aos índios. A exposição já passou por 16 estados e em fevereiro chega a Santa Catarina.

Um dos maiores expoentes da arte contemporânea, o sergipano Arthur Bispo do Rosário (1911-1989) tem sua vida e obra contadas na exposição educativa “Grande Veleiro – ativação da obra de Arthur Bispo do Rosário” que esse ano fará dois circuitos simultâneos nas regiões Nordeste e Norte. Um deles começa pelo Ceará passando por Juazeiro do Norte entre março a maio, Crato de junho a agosto e Fortaleza entre setembro e novembro. O outro circuito será em Rondônia, Tocantins e Maranhão entre os meses de abril e novembro.

Depois de passar pelas regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste, a exposição “Beatriz Milhazes: um itinerário gráfico” segue a partir de fevereiro para Porto Alegre. Composta por nove serigrafias realizadas entre 1996 e 2003, a mostra também apresenta um livro da artista intitulado Meu Bem (2008), que traz referências do Rio de Janeiro como a calçada de Copacabana e o Carnaval.

Em “Carybé Ilustra Jorge Amado” 30 serigrafias criadas pelo argentino Carybé ilustram em aquarela a abertura da minissérie especial O compadre de Ogum de Jorge Amado. A exposição estará em Boa Vista entre abril e o final de maio, e de agosto a novembro em Salvador.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade