Publicidade
Entretenimento
Vida

Projeto 'Cartas Para Bethânia' promove encontro nesta quinta-feira, na Estação Arte & Fato

No evento gratuito, que antecede a pré-estreia do musical-título do projeto, fãs e admiradores poderão ouvir vinis e CDs de Bethânia, e conferir outros conteúdos sobre a diva baiana 18/06/2015 às 15:21
Show 1
Sinézio Rolim e Antonio Bahia vão comandar o musical-título do Cartas Para Bethânia
JONY CLAY BORGES Manaus (AM)

Foi com “Álibi”, lançado em 1978, que Maria Bethânia conquistou o título de primeira cantora brasileira a ter um disco com mais de 1 milhão de cópias vendidas. O LP, de onde saíram sucessos como “Ronda”, “Sonho meu” e “Explode coração (Não dá mais pra segurar)”, é uma das audições garantidas na segunda edição do “Esquenta do Vinil”, que o projeto Cartas Para Bethânia realiza hoje, dia do aniversário da artista, a partir das 17h, no Arte & Fato.

No evento gratuito, que antecede a pré-estreia do musical-título do projeto, fãs e admiradores poderão ouvir vinis e CDs de Bethânia, e conferir outros conteúdos sobre a diva baiana. Além de “Álibi”, o público do esquenta poderá ouvir e escolher para tocar outros LPs de sucesso de Bethânia, entre eles “A tua presença” (1971), “Drama 3º ato – Luz da noite” (1973), “Pássaro proibido” (1976), “Talismã” (1980), “Ciclo” (1983) e “As canções que você fez pra mim” (1993).

E mais: quem quiser pode levar seu LP para exibir a outros fãs e curtir ao lado deles. “Torna tudo muito mais interessante”, assinala Wanessa Leal, produtora executiva e diretora do Cartas Para Bethânia.

Vasto acervo

Ainda no encontro, o público poderá assistir a dois documentários que enfocam a vida e a arte da cantora baiana. Um deles é “Bethânia bem de perto – A propósito de um show” (1966), de Júlio Bressane e Eduardo Escorel, que retrata a cantora no Rio de Janeiro, no início da carreira. Já “Pedrinha de Aruanda” (2006), de Andrucha Waddington, mostra a artista em sua intimidade com a família, em Santo Amaro da Purificação (BA), quando comemorou seus 60 anos de idade.

E haverá ainda muito mais sobre a Doce Bárbara à disposição dos fãs. “Teremos livros, fotos, banners textuais que contam a história de Bethânia. Em Manaus, devemos ser o grupo que tem mais coisas dela”, informa Wanessa. Com isso, ela explica, a intenção é estimular a reunião e a troca de ideias entre os fãs e entre os organizadores do projeto. “É um evento para eles se encontrarem, conversarem e conhecerem o material que temos”, declara.

Musical no Largo

A nova edição do “Esquenta do Vinil” – a primeira aconteceu dia 28 de maio, no Espaço JACC Barzinho Musical – antecede a pré-estreia do musical “Cartas para Bethânia”, que já tem Antonio Bahia e Sinézio Rolim confirmados como atrações principais. O show, com produção musical de Jeferson Mariano, será dia 8 de julho, no Largo de São Sebastião, dentro do projeto “Tacacá na Bossa”.

A estreia oficial do “Cartas Para Bethânia” ainda não tem data marcada, e os organizadores do projeto negociam uma pauta na programação do Teatro Amazonas. “Não desistimos da ideia do Teatro ainda, mas também quisemos fazer a pré-estreia no Largo para dar um apelo popular à iniciativa, algo que tem tudo a ver com a Bethânia”.


Publicidade
Publicidade