Publicidade
Entretenimento
workshop

Projeto Vivo EnCena encerra temporada em Manaus, em novembro

Com cinco anos de atividades na capital amazonense, projeto terá último workshop do ano com o ator e dramaturgo Rafael Camargo e a fotógrafa e produtora Priscila Prade 12/09/2016 às 22:12 - Atualizado em 13/09/2016 às 08:20
Show vivoencena workshop
A fotógrafa Priscila Prade é referência em imagens de espetáculos de artes cênicas no Sul do País
Lídia Ferreira Manaus (AM)

Dois profissionais de renome nas artes cênicas no Sul do País vão encerrar a temporada 2016 do Vivo EnCena. O ator e dramaturgo Rafael Camargo e a fotógrafa e produtora Priscila Prade irão ministrar um workshop em novembro, em data a definir. A atividade fecha as comemorações de cinco anos do projeto em Manaus, com recorde de público. 

O som e a fotografia em cena estarão em pauta no próximo workshop. Ator, diretor e dramaturgo, Rafael Camargo tem experiência no trabalho de musicalizar peças e espetáculos cênicos. “Ele vai mostrar como tirar música de objetos inusitados, fora do convencional. Como um ruído pode virar música e compor a cena”,  diz o curador artístico, Expedito Araujo. Já Priscila Prade é uma referência em fotografia de teatro.  “Por ser produtora também, ela vai falar sobre os tipos de imagens para  divulgar na imprensa, vender um projeto, etc. Essa edição será , sem espetáculo”. 

Com a dobradinha de espetáculos e intercâmbios profissionais, o Vivo EnCena teve cinco edições este ano na capital amazonense. Entre os destaques dos últimos cinco anos estão “Jim”, com Eriberto Leão; “Totatiando”  com Zélia Duncan; “Chuva Constante”, com Malvino Salvador, entre outros. As principais edições contaram com workshops, cada atividade geralmente têm  duração de um a dois dias, carga horária entre três a cinco horas por dia e, no máximo, 20 participantes cada um. “Música como alicerce para a dramaturgia foi destaque entre os temas nos últimos anos e isso atraiu cada vez mais pessoas, independente de serem atores ou não. O número de inscritos dobrou, comparado ao nosso primeiro ano. Tem edições que recebemos até 400 inscritos para apenas  20 vagas”, comenta Expedito.  De acordo com ele, em novembro o projeto vai divulgar o planejamento para 2017. “Vamos manter as atividades no sexto ano”, avisa. 
  

Workshop hoje
Hoje (13/09) e amanhã será realizado o workshop “A Poesia Da Canção” com a diretora Geovana Pires e a atriz Elisa Lucinda, que apresentou a peça “Parem de falar mal da rotina”, no último fim de semana, no Teatro Amazonas. A atividade será das 8h30 às 13h, no Palácio da Justiça, no Centro de Manaus,  e está com inscrições apenas para quem deseja ser ouvinte.

Publicidade
Publicidade