Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2021
Arte e Cultura

Projeto 'Motim' ocupa ambiente virtual com performances locais e nacionais

Cinco intervenções estão programadas para esta edição que inicia nesta quinta-feira, dia 3



01c94007-a05e-43cf-8519-de8b2354598a_B4FABCA0-9034-4726-8806-55CECF6AC41C.jpg Foto: Divulgação
02/12/2020 às 12:38

É adaptado às novas circunstâncias que o projeto “Motim: Circuito de Intervenções na Rua” retorna, nesta quinta-feira, dia 3, agora ocupando o ambiente digital com dança e muito movimento. Esta segunda edição, que terá quatro dias de programação, vai contar com cinco intervenções de coletivos e artistas locais e nacionais.

Segundo a diretora artística e idealizadora do "Motim", Ana Carolina Souza, o cenário atual permitiu que houvesse uma readaptação do projeto, onde os artistas trabalhassem as performances sob outra perspectiva, com exibições das intervenções em formato de vídeo-danças, seguidas de bate papo pela plataforma Zoom.



“Depois de muito matutar, nós estabelecemos o contato por meio das vídeo-danças. Então, diferente do ano passado, que fizemos o intercâmbio de saberes e vivências em Manaus, as intervenções acontecerão em diversos locais com a adaptação para internet”.

Entre os convidados para esta edição estão os grupos: Coletiva, de Pernambuco; o Coletivo Ruar, do Pará; a artista Líria Morays, da Paraíba e as amazonenses Yara Costa e Keila Serruya Sankofa. Para Ana Carolina, o momento será de conexão entre espaços urbanos de diferentes lugares do Brasil, o que propõe o Motim neste ano.

“A rua de Manaus não se diferencia muito da rua de Pará, por exemplo, mas cada uma tem a sua peculiaridade e vivenciar isso enquanto artista é muito interessante. Esse ano, nós teremos o viés de conectar os espaços urbanos, uma vez que ninguém sairá do seu Estado”.

A equipe da segunda edição de “Motim: Circuito de Intervenções na Rua” é composta por: Ana Carolina Souza, Camila Soares, Rosana Brito, Paulo Maciel e Gabriel Ranciaro e o projeto foi contemplado pelo Prêmio Manaus de Conexões Culturais 2020 - Lei Aldir Blanc.

INSCRIÇÕES

Para ter acesso as performances gratuitas do projeto, o interessado pode retirar o ingresso via Sympla. Pelo link gerado é possível escolher a intervenção a qual deseja participar. Após a escolha da data, o participante pode clicar no botão “continuar” para assim preencher suas informações pessoais como o nome, sobrenome e o e-mail para o recebimento do ingresso.

Após isso, é necessário acessar o e-mail para conferir a entrada. Através do próprio e-mail de confirmação enviado pelo Sympla, será possível entrar na sala da plataforma Zoom através do botão “acessar transmissão” para adentrar ao bate papo realizado com o artista.

PROGRAMAÇÃO

A primeira intervenção, marcada para o dia 3 de dezembro, será do Coletiva (PE) que apresentará o trabalho intitulado “Concreta” a partir das 19 horas, horário de Manaus e às 20 horas pelo horário de Brasília.

No sábado (5), será a vez do Coletiva Ruar  (PA) a apresentar o “Outro Possível” a partir das 16 horas, horário de Manaus e às 17 horas pelo horário de Brasília. No mesmo dia, se apresentará também a artista Líria Morays (PB) com a performance “Tope de Linha” às 19 horas, horário de Manaus e às 20 horas pelo horário de Brasília.

Na quinta-feira (10), entra em cena a artista amazonense Yara Costa que traz o trabalho “Filhas da Terra” às 19 horas, horário de Manaus e às 20 horas pelo horário de Brasília.

O Motim finaliza a programação, no sábado (12), com a apresentação da amazonense Keila Serruya Sankofa trazendo ao público: “Ancestralidade Terra e Planta”, por volta das 19 horas, horário de Manaus e às 20 horas pelo horário de Brasília.

MOTIM: CIRCUITO DE INTERVENÇÕES NA RUA

O Motim surgiu com o intuito de estabelecer o diálogo entre a dança contemporânea e a cidade, buscando o exercício da arte nas ruas  outros espaços públicos. Além do movimento, o trabalho também reúne em suas intervenções temáticas sociais e políticas.

Para a primeira edição do projeto foram convidados artistas locais, sendo eles Leonardo Scanltberuy, que trouxe uma adaptação para a rua de “Recolon” e a Contem Dança Cia, com “A Rua Dança”. Também estiveram presentes a artista Flávia Pinheiro (PE) com “Contato Sonoro” e o Grupo Fragmento Urbano (SP) com “Encruzilhada”.

 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.