Sábado, 18 de Setembro de 2021
Lançamento

Psicóloga lança romance sobre traumas e empatia voltado a jovens

É o segundo livro da autora, que o idealizou quando levava a filha à universidade



0868bc96-4464-48ac-8801-c66bcf3f4d95_8EB64AD8-0322-4020-A29C-8863576D557D.jpg Foto: Divulgação
15/09/2021 às 13:44

A psicóloga e escritora Nazaré Mussa decidiu unir experiência clínica à ficção no lançamento do livro Fragmentos de um Sonho, romance que aborda temas da psicologia por meio da história de uma mulher que perde a identidade após sofrer de traumatismo neuroencefálico em um acidente de trânsito. O objetivo da autora é alcançar escolas públicas e tornar a obra um paradidático lido por jovens. 

O livro será lançado em outubro. A psicóloga conversou com o A CRÍTICA na manhã de terça-feira (14) para falar sobre o processo criativo que deu luz à obra. 



É o segundo livro da autora, que o idealizou quando levava a filha à universidade. De repente, um enredo veio à mente de Mussa. “Eu contei a ela só a premissa da história. Foi assim que surgiu o primeiro capítulo do livro”, disse. 

A história gira em torno de Maria, que desenvolve traumatismo neuroencefálico após colidir o carro que dirigia contra um ônibus.  Ao acordar em um hospital, a mulher se vê dentro de um estado de amnésia, o que dá início a uma jornada incomum de autoconhecimento. Depois do acidente, ela passa a denominar-se Alícia. 

A obra mistura ficção com fatos do universo da psicologia. Embora o público-alvo do romance não tenha uma faixa etária específica, a autora quer que a obra se torne um paradidático utilizado em escolas. “A obra traz reflexões sobre ética, moral e indagações sobre a existência humana que acho pertinentes aos jovens”, afirmou Mussa. 


Interseção entre psicologia e romance 

 

Mussa considerou que a experiência vivida na psicologia foi fundamental à construção do romance. “Quando falo de traumatismo neuroencefálico, o conhecimento sobre o funcionamento neurocerebral é fundamental”, disse. Além das considerações fisiológicas, a ciência da mente também ajudou a autora a traçar reflexões sobre questões psicológico-filosóficas como: a razão da existência do homem, autoconhecimento, resiliência e empatia. 

“Na psicologia, quando atendo uma pessoa, é como um grande quebra-cabeças. Conforme monto as peças, procuro as necessárias dentro do porão do subconsciente para ajudar meu paciente a dar uma nova roupagem aos traumas, medos e crenças equivocadas”, afirmou. 

Os leitores interessados podem acompanhar o trabalho da autora por meio das redes sociais. No Instagram, o perfil da autora é correspondente ao nome de usuário @nazaremussa.

News 6bf8d194 12ee 4a6c 8ab8 29658d0c6750 e69fe602 b00d 41db b967 4526a2cde395
Repórter de A Crítica
Jornalista graduado no Centro Universitário do Norte (UniNorte), que busca trazer um pouco de storytelling a todos os aspectos da vida, principalmente aos textos que levam sua assinatura.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.