Publicidade
Entretenimento
Vida

Quadrilha do Amazonas participa do maior arraial da Amazônia

Os Marupiaras deram um show de encanto e tradição durante a 15ª edição do Boa Vista Junina (RR), evento que durou nove dias 22/06/2015 às 14:52
Show 1
A Quadrilha Marupiara nasceu no bairro de Petrópolis e possui 33 anos de história
Rosiel Mendonça Boa Vista (RR)

O encerramento da 15ª edição do Boa Vista Junina (RR), considerado o maior arraial da Amazônia, contou com uma atração especial vinda do Amazonas. No último domingo (21), a quadrilha Os Marupiaras, nascida no bairro de Petrópolis, em Manaus, deu um show de encanto e tradição no tablado montado para a festa, que durou nove dias e inaugurou a Praça Fábio Paracat.

Segundo o animador oficial e coordenador do grupo, Elson Rocha, esta foi a sétima vez que a quadrilha amazonense se apresentou como convidada do evento. “É sempre um prazer participar desse arraial. Este ano viemos em 40 pessoas, entre dançarinos e mães de brincantes, e enfrentamos 12h de ônibus até chegar aqui”, disse.

Com 33 anos de história e 18 títulos no Festival Folclórico do Amazonas, Os Marupiaras são os atuais campeões do Estado e membros da Confederação Brasileira de Quadrilhas Juninas. O nome do grupo, segundo a fundadora Margareth Soutelo, mãe de Elson, vem de uma língua indígena e significa “povo alegre e feliz”.

“Quando vamos para competições nacionais tentamos sempre representar nosso Amazonas de alguma forma. Percebo que aqueles vestidos rodados de antigamente estão sumindo das quadrilhas e estão sendo substituídos pelo brilho das lantejoulas e pedrarias. Nós banimos o brilho e procuramos manter a tradição da chita, do chitão, simples como sempre fomos”, completa o coordenador.

As coreografias também são uma criação coletiva, ele ressalta. “Evitamos até assistir ao Youtube, porque hoje você assiste a dez quadrilhas e todas são a mesma coisa. Então preferimos não nos deixar influenciar”. Outro diferencial da equipe é a dança com fitas de cetim, que há 15 anos representa um dos pontos altos das apresentações.

Depois da participação em Boa Vista, Os Marupiaras do Amazonas agora se preparam para uma série de apresentações no Nordeste, onde vão participar de cinco competições nacionais. Dentre as cidades estão Maracanaú (CE), Fortaleza (CE), Jericoacoara (CE) e Teresina (PI). 


SAIBA +

O Boa Vista Junina é considerado o maior arraial da Amazônia e este ano completou 15 anos. O evento reuniu mais de 200 mil pessoas, com a participação de 24 quadrilhas, 12 do grupo de acesso e 12 do grupo especial. Para comemorar o aniversário, os organizadores resolveram presentear o público e ainda entrar para o Guinness Book, preparando a maior paçoca de carne seca do mundo.

Ao contrário da paçoca doce de amendoim, a iguaria típica do nordeste e tradicional entre os indígenas do Norte  é feita com a farinha de mandioca produzida nas comunidades indígenas de Boa Vista, com carne de sol e cebola.  Esta edição do evento iniciou dia 13 de junho, encerrando no último dia 21.


Publicidade
Publicidade