Publicidade
Entretenimento
MÚSICA

Rapper leva show 'Manauara em Extinção' ao Largo Sebastião, nesta quarta-feira (24)

Jander Manauara é a atração do projeto "Tacacá na Bossa", que começa a partir das 19h 23/05/2017 às 18:01
Show foto 2 manauara em extinc a o
foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

O projeto Tacacá na Bossa recebe nesta quarta- feira (24), a partir das 19h, o rapper Amazonense Jander Manauara com o show "Manauara em Extinção" com participação especial de Victor Xamã e Denis Renovo, pré show do Dj Nogz e pós show de Humberto Amorim e banda All That Jazz com um especial dedicado ao cantor ícone do Jazz Frank Sinatra.

O show "Manauara em Extinção" é inspirado nas reflexões  do rapper durante sua trajetória de mais de 15 anos de atuação e ativismo na cultura Hip Hop em Manaus, sobre a negação e a perda da identidade originária dos Manauaras e a crítica bem humorada da ditadura do preconceito e de outras culturas globalizadas  e o  não reconhecimento da nossa própria identidade cultural e afirmação dela.

"Manauara em Extinção" também é o título do  último disco de Jander que foi desenvolvido  com o DJ Carapanã, que assinou a produção musical e da Left Beats e foi premiado no último edital de hip hop da Manauscult, com distribuição de cópias  em um show na Zona Leste da cidade.

Para este show, além do regionalismo, referência característica no modo de compor e apresentar o rap amazonense nas letras de Jander, nas músicas destaca-se também outros gêneros e estilos musicais como  soul, mpb,  pop e o estilo chilli que utiliza melodia suave com batida leve e relaxante.  A banda é composta por Jander Manauara (Vocal), Matheus Crazy (Vocal), Rafael Nog (DJ e baixo),  Antônio Henn (Guitarra) e Maurício Mau Mao (Bateria e Percussão). A apresentação tem a duração  de uma hora, com pré show do Dj Nogz, a partir das 18h30 e participação de Victor Xamã e Igor Renovo.

No repertório do show, grandes sucessos de discos passados e músicas que concorreram a prêmios ou foram indicadas em  festival e que são  reconhecidos de imediato pelo público, como "Chama o cara de índio", "Elefante Branco","Amazônia Madeira" e "Cheiro Bom" estão confirmadas no roteiro da apresentação assim como canções ainda pouco conhecidas e inéditas,e uma homenagem a rapper Branquela, assassinada no ano de 2016, em Manaus no Bairro São  Lázaro.

O Tacacá na Bossa é uma realização do Tacacá da Gisela em parceria com a Secretaria de Cultura do Amazonas e outros apoiadores e acontece sempre todas as quartas-feiras no Largo São Sebastião, a partir das 19h, acesso gratuito.

Publicidade
Publicidade