Terça-feira, 23 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Vida

Rede social garante hospedagem de confiança para cachorros

O site DogHero, que ainda não tem inscritos em Manaus, surgiu em 2014, fruto da ideia de pessoas que não aceitam deixar seus amigos peludos em qualquer hotel


11/04/2015 às 11:35

Nem sempre é possível levar os animais de estimação nas viagens em família. Por isso, algumas pessoas optam por hotéis direcionados aos pets, mas outras acabam cancelando a viagem por não aprovar e confiar neste tipo de serviço. Trabalhando a partir desta problemática surgiu a rede social DogHero (www.doghero.com.br). Nela, os amigos de quatro patas ficam hospedados na casa de anfitriões, os quais passam por um processo rigoroso de seleção. E o melhor: todos da rede são apaixonados por animais.

Ainda não há nenhum anfitrião em Manaus, conforme informou o diretor da DogHero, Eduardo Baer, mas ele espera que pessoas da região se inscrevam em breve.

“Hoje temos pouco mais de 500 anfitriões em todo o País, infelizmente não temos em Manaus. Os mais próximos daí estão em Belém. Recebemos mais de cinco mil pessoas pedindo aprovação, mas não é qualquer uma que consegue realizar esse serviço”, disse Eduardo Baer.

“O interessado preenche uma ficha bastante extensa, fazemos algumas checagens criminais, entrevista por telefone, pedimos fotos da casa, dos cachorros, e checamos se realmente tem uma identidade na Internet. O processo de acompanhamento, após a aprovação, é feito a partir do feedback dos clientes”, acrescentou, informando que no momento estão na lista de espera mais de seis mil usuários. Desse total, cinco mil foram avaliados e 600 estão em processo de aprovação.

Cuidador

O anfitrião pode ficar no máximo com três animais, cobrando valores que vão de R$ 40 a R$ 100 (por noite – conforme pesquisado no site). A taxa cobrada é bem mais barata do que o valor de um hotel para animais, como também você tem a segurança de ver o seu companheiro todos os dias por meio do WhastApp ou outras redes sociais e saber que ele está sendo cuidado por alguém que, assim como você, é apaixonado por animais.

“A gente enfatiza muito o lado sentimental. Pessoas que gostam de animais, que vão curtir esse momento, e ainda ter um complemento de renda associado à plataforma. A gente vê isso como uma forma de complementar a renda. Se usado como profissão, acaba saindo do acolhimento e da proposta da rede. Queremos que o pet sinta como se estivesse na casa da tia, da avó, onde é bem cuidado e recebido”, explica o diretor.

Processo

Para utilizar o serviço da DogHero, o internauta precisa responder onde mora (cidade/Estado) e o período de entrada e saída do seu amigo de quatro patas. Após isso é mostrado os cuidadores disponíveis, o internauta faz o contato, solicita a reserva e efetua o pagamento, tudo sem sair do site. A rede social tem como objetivo conectar amantes de animais que se ajudem em comunidades baseadas em respeito e confiança.

publicidade
publicidade
Casal abre startup que oferece assinatura de ração para cães e gatos em Manaus
Instagram oferece apoio a usuários que pesquisam por ansiedade e depressão
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.