Domingo, 19 de Maio de 2019
MODA

Referência em vitrinismo, amazonense constrói carreira de sucesso em São Paulo

Com apenas 21 anos, Mauricio já tem uma bagagem na carreira que abraçou. Começou trabalhando com estamparia, ainda na época do Ensino Médio, no Instituto de Educação do Amazonas (IEA)



1178423.jpg
(Foto: Divulgação)
03/01/2017 às 15:29

O bom filho à casa torna. No caso do jovem Mauricio Duarte, esse retorno é sempre cheio de gratidão e vontade de compartilhar o conhecimento adquirido. Com reconhecimento nacional e internacional em vitrinismo (técnica utilizada na montagem de vitrines), hoje o amazonense estuda Moda, em Estilismo, na Faculdade Santa Marcelina, em São Paulo, uma das mais conceituadas da área no Brasil. Nos próximos dias 13, 14 e 15 de janeiro, Mauricio ministra três workshops em Manaus: de técnica básica de vitrinismo, de tricô experimental e de técnica de estamparia manual com stencil.

Com apenas 21 anos, Mauricio já tem uma bagagem na carreira que abraçou. Começou trabalhando com estamparia, ainda na época do Ensino Médio, no Instituto de Educação do Amazonas (IEA). O sucesso das peças pintadas e costuradas por ele ganhou repercussão além dos muros da escola, e Mauricio começou a comercializá-las de forma profissional.

Em 2013, começou a qualificação no Centro Integrado de Educação do Trabalhador Dolores Garcia – SESI/SENAI. Lá, enveredou pelo vitrinismo, o que garantiu seu nome entre os melhores em competições nacionais e internacionais. Entre elas, a Olimpíada do Conhecimento e a Worldskills Competition, em 2015, tendo sido o primeiro aluno do SENAI Amazonas e da Região Norte a participar de uma edição desse evento, que contou com representantes de 11 países.

Maurício voltou com a medalha de excelência, ficando a seis décimos do terceiro lugar. No mesmo ano, ele foi à Finlândia participar de um torneio em visual merchandising, como também é conhecido o vitrinismo, onde conquistou o segundo lugar. Todo esse destaque lhe garantiu o subsidio do pagamento de sua graduação na Faculdade Santa Marcelina pelo SENAI Nacional.

Em São Paulo, Maurício tem aperfeiçoado suas técnicas e descobrido novos caminhos, como o trabalho com acessórios e utilização de couro de peixes. A intenção dele é produzir uma coleção com esse material e fazer o lançamento em Manaus futuramente. “Meu professores na faculdade me orientam a colocar as características de nossa região em meus trabalhos, que o meu diferencial seja a utilização da matéria-prima do Amazonas”, conta Mauricio, cujo trabalho já despertou o interesse também fora da Faculdade Santa Marcelina.

Maurício tem suas peças à venda no Mercadinho Chic, na badalada Oscar Freire, na capital paulista. Com a Carteira Nacional de Artesão em mãos, ele consegue comercializar suas mercadorias com mais facilidade. “Vejo o quanto valeu a pena a minha trajetória até aqui. Não sou a mesma pessoa, mudei o meu olhar sobre as coisas e tenho uma liberdade artística bem maior”, comenta o amazonense, sobre o período de um ano em que está estudando em São Paulo.

TROCAS

E foi com essa nova visão que ele desembarcou em Manaus para passar as férias de final de ano ao lado da família. Na bagagem, além do maior conhecimento sobre sua área de atuação, ele traz material para os três workshops que realiza este mês na cidade. “Queria voltar e trazer esse meu novo olhar para compartilhar com as pessoas. Nesse sentido, gosto dessa experiência e do contato com as pessoas. Essa troca de conhecimento também é muito importante para a nossa formação profissional. Além disso, quero aproveitar para fazer novas pesquisas de utilização de materias-primas daqui”, finaliza.

Serviço
O que é: Workshops de técnicas básicas de vitrinismo, tricô experimental e estamparia manual com stencil

Quando: dias 13, 14 e 15 de janeiroonde Rua Borba, 330, Cachoeirinha

Valor: Inscrição a R$ 100, com material incluso

Infos pelo telefone: (11) 94454-1388


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.