Publicidade
Entretenimento
Buzz

Repórter do "CQC" é vítima de arrastão em restaurante e critica o governador Geraldo Alckmin

O jornalista Felipe Andreoli estava no restaurante com sua família e publicou sobre o episódio em sua conta no Twitter e no Tumblr 31/05/2013 às 09:19
Show 1
Revoltado com o susto que sofreu, Felipe Andreoli desabafou nas redes sociais
acritica.com ---

Felipe Andreoli, um dos repórteres do "CQC", foi vítima de um arrastão no final da noite desta quinta-feira (30), enquanto jantava com sua família em um restaurante no bairro do Itaim Bibi, na zona sul de São Paulo.

Segundo a Policia Militar, três homens aramados chegaram ao restaurante por volta das 23h30, levaram pertences pessoais dos clientes, e fugiram a pé. O jornalista Felipe Andreoli estava no restaurante com sua família e publicou sobre o arrastão em redes sociais.

O repórter desabafou sobre o episódio e mencionou o governador do Estado, Geraldo Alkmin (PSDB), em sua conta no Twitter e no Tumblr: “em menos de dois meses, minha família foi assaltada na porta da maternidade e dentro de um restaurante. Alguma explicação?”. Andreoli disse ainda que o policial da ocorrência do restaurante é o mesmo do caso do hospital. “Se você mora no Itaim, não saia de casa que tá feio”, destacou.

"A dona do restaurante - uma querida - chegou com lagrima nos olhos pedindo desculpas a todos - como se ela tivesse culpa. Fez o que deveria fazer o Sr. Geraldo Alckmin, responsável pela PM do estado e da cidade, mas, por que não, o Sr. Fernando Haddad, prefeito de SP".

"Os que deveriam pedir desculpas com lágrimas nos olhos estão bem protegidos por seus cargos no governo, andando de carro blindado, com segurança e escolta, e contando os milhões arrecadados com os impostos que nos, os trouxas, pagamos honestamente", continuou.

“Nossa mesa era a ultima, no canto, e eles repetiam que quem escondesse algo ia tomar tiro, os caras estavam tão loucos que quando passaram na nossa mesa - nossas carteiras, relógios e celulares em cima da mesa – e só levaram a correntinha da minha cunhada e o celular do meu irmão (...)”, afirmou Andreoli em sua página no Tumblr.

Publicidade
Publicidade