Publicidade
Entretenimento
Música

Rodas de toada: se você não vai ao Festival de Parintins, saiba onde curtir as antológicas

Como toadas novas nascem a cada festival, uma das soluções para quem quer resgatar o sabor das antológicas é, na capital amazonense mesmo, ir a locais que mantém viva a tradição das rodas de toada 01/06/2017 às 12:16 - Atualizado em 01/06/2017 às 12:20
Show b0101 22f
Grupo A Toada gravou um DVD recentemente (Tcheury Miranda/Divulgação)
Laynna Feitoza Manaus (AM)

No Brasil, junho é o tradicional mês dos arraiais, quitutes, fogueiras e quadrilhas. Mas, no Amazonas, as cores azul e vermelho começam a ficar um pouco mais fortes: afinal, estamos nos aproximando também do Festival Folclórico de Parintins. Como toadas novas nascem a cada festival, uma das soluções para quem quer resgatar o sabor das antológicas é, na capital amazonense mesmo, ir a locais que mantém viva a tradição das rodas de toada. Se você já está pronto para cantarolar as toadas de boi-bumbá mas vai ficar pela capital, confira este roteiro do Bem Viver:

Boteco do Jef

O engenheiro Rafael Lacerda é o responsável pelo projeto pioneiro A Toada, onde a banda toca muito boi-bumbá todas as quintas no Boteco do Jef (Rua Rio Javari, 800, Nossa Sra. das Gracas), a partir das 20h45. Com a proposta de resgatar o imenso público adormecido que frequentava o movimento do boi-bumbá nos anos 90, ele explica que os arranjos musicais têm como referência as toadas originais, porém com toques de harmonias vocais, estilo andino, e solos de charango e viola.

A banda é formada por, além de Rafael (vocal, cajon e instrumento de efeito), também por Pituca (vocal e atabaque), Marcelo Dourado (vocal), Kigerly (charango) e Severino Filho (vocal e violão). A dançarina Suelem Leal é quem dá suporte coreográfico às toadas. “Tocamos toadas de ambos os bois, em igual quantidade, como ‘Boitatá’, ‘O amor está no ar’, ‘Eldorado’, ‘Fibras de Arumã’ e ‘Vento Norte’”, pondera ele. Recentemente, o grupo gravou um DVD de toada em barzinho, previsto para ser lançado no dia 3 de julho, no próprio Boteco do Jef. Infos: (92) 99604-2999.

Butiquim Petiscaria

Todas as quintas às 21h o bar, localizado no anexo da quadra da Aparecida (Rua Ramos Ferreira, 102, Aparecida) traz o projeto “É tempo de boi-bumbá”. Aos sábados, às 14h, há transmissão ao vivo direto do Butiquim para o programa “Na Cadência da Toada”, pela Rádio Difusora. De acordo com o responsável pelo bar, Junior Souza, os projetos acontecem para dar maior visibilidade ao Festival de Parintins, onde as pessoas fãs de boi-bumbá procuram um espaço para celebrar o ritmo.

Além dos instrumentos de uma banda base de boi-bumbá, os músicos utilizam charango, palminhas e rocar, instrumentos típicos utilizados na arena de Parintins. “Ou seja, que remetem as toadas antológicas muito solicitadas pelo público”, diz ele. Os projetos trazem o show de figuras como Klinger Araújo, David Assayag, Israel Paulain, Paulinho Viana, entre outros. Lá, os dois bois também são contempladas. “As cinco toadas mais pedidas pelo público são ‘Lamento de Raça’, ‘Vento Norte’, ‘Morena Vem Ver’, ‘Gavião Real’ e ‘Ninguém gosta mais desse boi do que eu’”, coloca ele. Infos: (92) 99118-2267.

Chicória Restaurante

O restaurante (Rua Rio Madeira, 129, Vieiralves) possui o projeto Tacacá com Toada, que acontece esporadicamente no local – sábado sim, sábado não. Segundo os proprietários, France e Henrique Medeiros, os encontros acontecem aos sábados para confraternizar manauaras e parintinenses. “Quando acontecem, os encontros começam às 16h e vão até as 22h. Como geralmente é pequeno, por aqui todo mundo pega o tambor e se apresenta”, diz France. Já foram por lá David Assayag, Pedrinho Ribeiro, Maildison Mendes e Alex Pontes. No dia 10 de junho, já está confirmado o show da cantora Yanaira. Infos: (92) 3877-1091.

Bar do Lourinho

O bar (Av. Constantino Nery, 2230, Chapada) é conhecido com o bar do boi Caprichoso e é celebrado pela cerveja bem gelada. A roda, conduzida pela banda Movimento, sempre acontece a partir das 19h às 23h.

Publicidade
Publicidade