Publicidade
Entretenimento
Vida

'Rota dos Chefs' acerta ao incorporar temperos de nações que fincaram raízes no Amazonas

Nesta edição, que trouxe o tema "Manaus dos imigrantes", foram apresentadas as colônias portuguesa, japonesa, libanesa, marroquina, judaica e indiana. Evento ocorre até este domingo na Ponta Negra 06/12/2015 às 19:39
Show 1
Evento gastronômico tomou conta do calçadão do Complexo Turístico da Ponta Negra, na Zona Oeste de Manaus
isabelle valois Manaus (AM)

Com o tema “Manaus dos Imigrantes”, a quinta edição do projeto gastronômico "Rota dos Chefs" continua na noite deste domingo (6) na capital. A idéia é apresentar para a comunidade manauense um pouco da cultura e degustação das colônias que estão no Amazonas. Pela primeira vez, o evento acontece no estacionamento da Ponta Negra, Zona Oeste. Ao todo são 30 barracas com diversos pratos com valores entre R$ 5 à R$ 25. Nesta edição dos imigrantes é apresentadas as colônias portuguesa, japonesa, libanesa, marroquina, judaica e indiana.

Abordando o cardápio Libiano, o chef Dedé Parente, da "Cachaçaria do Dedé", gostou do desafio da temática, de não repetir os pratos de outras edições. “Nossa linha de trabalho está cada vez mais se renovando. Além de estarmos em lugares diderentes a cada nova rota, somos desafiados a trazer ao público um novo cardápio rico em detalhes e sabores”, reforçou.

Para Dedé, a organização acertou no local. “Além de ser um lugar de lazer a família, o público é convidado a saborear a diversidade fantástica que a gastronomia pode proporcionar. O legal, também é que nesta edição, cada barraca tem um verdadeiro chefe especialista da área”, explicou.



Proprietária do restaurante Zefinha Bistrô, a chefe Selma Reis disse que Manaus precisa acolher esse tipo de evento. “Há dois pontos fundamentais nesse tipo de evento. O primeiro é a aproximação da cultura gastronômica com a sociedades e o segundo ponto é que as famílias ganham mais um local de lazer”, disse.

Quem visitou a barraca da Zefinha teve oportunidade de conhecer um pouco do cardápio tradicional do Natal de Portugual, com pratos tradicionais como o caldo verde e bacalhau.

Para os empresários Erika Malveira e Wellison Malveira, a Rota dos Chefs se transformou um novo espaço de lazer e entretenimento para a família. “Precisamos que em nossa cidade tenha mais eventos como este. Além de os pratos estarem com um preço bem acessível, podemos conhecer a gastronomia de outros países, outras culturas”, comentou Wellison.

O evento incorporou temáticas desde a edição passada. "Amazônia Internacional", onde cada chef teve que fazer um prato do país sorteado, foi o tema da edição passada. Isso fez com que o evento se tornasse um desafio os chefs participantes, para que o profissional da gastronomia saísse da sua zona de conforto.

Publicidade
Publicidade