Publicidade
Entretenimento
Vida

Sabor marajoara: verdadeira expressão cultural do Pará

A verdadeira expressão cultural do Pará encontra-se na culinária: fóruns e festivais são organizados para resgatar a gastronomia do estado 03/04/2013 às 12:29
Show 1
Durante uma semana serão promovidos fóruns, aulas e jantares beneficentes com chefs da região e convidados especiais
Artur Cesar Manaus, AM

A culinária pode ser considerada hoje a maior expressão cultural do Pará. Seus sabores têm conquistado mais espaço e fãs com o boom paraense que toma conta do País, o que inclui sucessos musicais como o da cantora Gaby Amarantos.

Idealizado pelo já falecido chef Paulo Martins com o objetivo de promover e resgatar ingredientes e tradições amazônicos, o Ver-o-Peso da Cozinha Paraense, maior festival gastronômico do Norte do Brasil, chega a sua 11ª edição este ano, com abertura no próximo dia 7 de abril, como um ótimo exemplo de bandeira dessa causa.

“Acredito que boa parte do reconhecimento da cozinha e do ingrediente paraense, e consequentemente, amazônico, se deve ao festival, pois foi nele que muitos chefs fizeram os seus primeiros contatos com os produtos locais e passaram a ter interesse em utilizá-los, valorizando assim a gastronomia brasileira”, destaca Joanna Martins, organizadora do Festival Ver-o-Peso, em entrevista ao A CRÍTICA.

Com uma visão estratégica, o Governo do Estado do Pará tem feito o dever de casa direitinho, vendendo sua gastronomia como produto turístico. “As entidades governamentais daqui começaram a perceber a importância deste ramo para a economia do Estado e dos municípios e passaram a investir em políticas públicas voltadas para o tema gastronomia, como foco no turismo gastronômico e programas de melhoria na qualidade dos ingredientes”, observa Joanna.

Longo caminho

A organizadora do Festival Ve-o-Peso observa que apesar dos bons ventos, a cozinha paraense ainda tem muito que crescer. “Já conquistou sim, uma parte do Brasil, mais ainda precisa ir mais longe e ser reconhecida por todos os brasileiros como ‘sua gastronomia’, coisa que ainda não acontece. Hoje, para grande parte da população, a Amazônia e sua gastronomia ainda são muitos distantes. Mas, chegaremos lá”, aposta Joanna Martins.

E para dar uma força nessa valorização, o festival este ano promove o Chefs na Praça, evento que levará 12 chefs a preparar comidas de rua com ingredientes paraenses, para um almoço de domingo, na Praça Batista Campos, em Belém. Um exercício criativo para os chefs locais e uma forma de aproximar a população do festival.

Destaque

Durante uma semana serão promovidos fóruns, aulas e jantares beneficentes com chefs da região e convidados especiais. Entre eles Roberta Sudbrack, Thomas Troigros e Felipe Schaedler Fotos: DivulgaçãoO Festival Ver-oPeso desse ano vai promover uma maior interação entre a população e os chefsPesoA organizadora do evento, Joanna Martins, e os chefs participantes Roberta Sudbrack e Thomas Troigrois.

Receita fácil: vatapá paraense


Modo de Preparo:

1 Lavar o camarão seco pilado em água corrente, por duas vezes. E escaldá-lo por uma vez. Reservar camarão e água.

2 Dessalgar o camarão seco médio e grande por alguns dias em água gelada (como se dessalga bacalhau).

3 Esmigalhar o pão dormido e colocar de molho em água e no leite de coco para amolecer, reservar.

4 Refogar com o azeite de dendê a cebola e o alho. Quando o alho começar a dourar, juntar os tomates, a pimenta verde, a alfavaca, a chicória, o cheiro verde e a pimenta de cheiro, sem tirar o cabinho e tendo o cuidado de não amassar para dar gosto sem passar o ardume.

5 Pôr os camarões pilados neste refogado, mexer, remexer, pôr parte da água do cozimento e levantar fervura, juntar o pão amolecido para engrossar, deixar cozinhar, acrescentar os camarões médios e grandes para tomarem gosto. Corrigir o sal se necessário.

Modo de Servir: Em um prato branco ou cuia sobre uma camada de arroz branco. Separar alguns camarões grandes para decorar. Servir ao lado farinha d’água de mandioca.

Ingredientes

15 pessoas

1 Kg Camarão Seco pilado, 1 Kg Camarão Seco médio e grande, 2 Kg Pão francês dormido, 600 ml de Leite de Coco, 250 ml de Azeite de Dendê, 2 Unid. Cebola Picada, 2 Unid. Tomate Picado, 5 Unid. Alho Picado, 3 Unid. Pimenta verde picada, 1 Unid. Pimenta de cheiro amarela, 1/2 Maço Cheiro Verde, 6 Folhas Chicória Picada, 6 Folhas Alfavaca picada, o quanto baste de água.

 

Publicidade
Publicidade