Publicidade
Entretenimento
Vida

Samba amazonense concorre com canções de todo o Brasil no Exposamba 2014

Internautas decidem quem vai para a próxima fase da maior mostra do estilo musical em terras tupiniquins que escolhe a melhor composição de samba do País 10/09/2014 às 11:08
Show 1
Júnior Rodrigues tem 26 anos de carreira e venceu o Exposamba 2013
Laynna Feitoza ---

Foi dada a largada para a escolha da melhor composição de samba do País, e cinco canções amazonenses do gênero seguem nesta corrida. As músicas “Samba da Academia” e “Mangueira é Brasil”, interpretadas pelo sambista Pedrinho da Lapa; “Volta”, do cantor e compositor Rick Olliver, “Metasambística”, de Geraldo Rodrigues da Silva Júnior; e “Eu Sou Assim”, do sambista Júnior Rodrigues estão no páreo entre as 800 canções inscritas de todo o Brasil no Exposamba 2014, considerada a maior mostra do estilo em terras tupiniquins.

O grande vencedor da edição passada do concurso, Júnior Rodrigues, inscreveu duas canções na competição: uma sob o seu nome artístico, e outra sob o seu nome completo – Geraldo Rodrigues da Silva Júnior - por questões cadastrais. Entre suas duas músicas concorrentes há o samba de gafieira “Metasambística”, que faz uso de aspectos metalinguísticos na letra, confirma Júnior. A canção foi composta por ele, em parceria com o compositor Wander-Lãan Vaz. Já a canção “Eu Sou Assim” é assinada apenas por ele, e demonstra o velho samba sincopado – onde a música do gênero entra em uma espécie de contratempo. “É um samba se auto-homenageando”, pondera ele.

Rodrigues, do alto dos seus 26 anos de carreira e três discos-solo (“Parti-do Alto”, “Parti-do Alto: CD e DVD Ao Vivo” e “Todos os Santos”), coloca que a competição deste ano assume uma forma diferente. “Em 2013, apenas as primeiras eliminatórias eram virtuais. Na seleção, nós tínhamos que ir até os jurados e cantar. Nesta edição, a escolha ficou também virtual”, assinala Júnior, lembrando que quando morava em Manaus – ele reside no Rio de Janeiro – investia bastante nas defesas de suas canções.

Ao vencer o Exposamba 2013, Júnior arrematou o prêmio máximo de R$ 35 mil no concurso com o samba “Divino Porre”, composto pelo cantor em parceria com Pedro Donaldio. Ele garante que, se ganhar novamente, continuará sempre investindo no seu trabalho. “A gente conhece muitas pessoas, e como o festival é nacional, abre muitas portas. As pessoas ficam curiosas para ouvir nossas músicas”, coloca ele, que já está com três apresentações agendadas na capital amazonense: dia 01/10, no Camarão Beer, 03/10 no SS BAR Vieiralves e 04/10 no Feijoada Nota 10, no Dulcila’s Festas e Convenções.

Diálogo promissor

O cantor, compositor e jornalista Rick Olliver tem 10 anos de carreira e começou a cantar no Boi Garantido. Posteriormente, rumou ao Festival de Calouros do Sesc, época em que iniciou sua carreira musical. Segundo ele, a intenção mostrada ao compor “Volta” está relacionada ao resgate do samba canção. “Esse estilo foi muito ostentado por sambistas como Luiz Ayrão e João Nogueira, com sambas que lembram o bolero”, pondera Rick, que trabalha no setor de Marketing de A CRÍTICA e assina a música com Kid Mahall.

Ainda conforme o cantor, a canção retrata a história de um homem tão apaixonado por sua amada, que se rende a todos os caprichos dela. “Como o samba canção surgiu na época da bossa, o estilo lida muito com a submissão do homem pela mulher que ama”, argumenta Olliver, que participa do Exposamba pela 1ª vez. Recentemente, o cantor esteve no Rio de Janeiro divulgando a Roda de Samba de Santa Teresa, onde teve a oportunidade de conversar com Carlos Colla, um dos maiores compositores do Brasil, que já fez músicas para Roberto Carlos e Emílio Santiago.

Para o futuro, Rick está preparando um álbum de 10 músicas, também em reverência ao samba-canção. O disco, que deve se chamar “Volta” (nome da música que concorre ao Exposamba), está previsto para ser lançado em janeiro de 2015. “Nós estamos vendo se o disco terá músicas de Júnior Rodrigues e músicas do Carlos Colla. As outras composições que devem entrar são minhas e do Kid Mahall”, encerra o cantor. A reportagem tentou contato com o sambista Pedrinho da Lapa, mas não obteve sucesso.

Vote pela Internet

As músicas inscritas no Exposamba 2014 estão disponibilizadas no portal www.fabricadosamba.com para receberem os votos nesta primeira fase que vai selecionar 160 compositores.

Dos 800 vídeos que participarão da fase inicial, os 160 mais votados na Internet passarão para a fase seguinte, de Seleção, que acontecerá no Sesc, na capital paulista, e será presencial. Entre os 160, 40 serão escolhidos por júri técnico para as semifinais. Nas votações poderá haver coincidência de escolhas pelo júri e pelo voto popular. Na final concorrerão até 20 sambas, escolhidos por júri técnico (dez) e por votação popular (dez). A votação para a próxima fase ficará aberta até 15 de outubro no portal da Fábrica do Samba.

As cinco primeiras composições vencedoras da Exposamba, tanto as classificadas pelo júri quanto as classificadas pela votação pela Internet, receberão como prêmio, por ordem de classificação, os valores brutos de, respectivamente, R$35.000, R$25.000, R$20.000, R$15.000 e R$10.000. O “Compositor Revelação” e “Melhor Intérprete” escolhidos pelos músicos da orquestra receberão como premiação os valores brutos de R$7.500 cada.

Publicidade
Publicidade