Publicidade
Entretenimento
CAPOEIRA

Seminário debate valorização da capoeira no Amazonas neste sábado (15), em Manaus

2º Seminário da Salvaguarda da Capoeira no AM busca garantir a sustentabilidade dessa manifestação cultural presente em todo o território brasileiro 14/09/2018 às 13:31 - Atualizado em 14/09/2018 às 13:40
Show show capoeira1 f230259b 944a 4dc4 ba71 e8fc200a6d62
Foto: Arquivo A Crítica
acritica.com

Mestres, capoeiristas, membros da comunidade e convidados participam neste sábado (15), em Manaus, do 2º Seminário da Salvaguarda da Capoeira no Amazonas. Promovido pela Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Amazonas (Iphan-AM) e apoiado pela Prefeitura de Manaus, o encontro acontece das 8h às 17h, no Palacete Provincial, no Centro Histórico.

Em sua segunda edição, o seminário tem como principal proposta debater ações que busquem garantir a valorização e sustentabilidade da capoeira, manifestação cultural presente em todo o território brasileiro e em mais de 150 países. Durante o encontro serão abordados os encaminhamentos resultados do primeiro seminário sobre o tema realizado pelo Iphan-AM, em 2017.

Representantes da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) também estarão presentes no seminário. Os interessados em participar podem realizar as inscrições, gratuitamente, pelo link https://goo.gl/X6ztcT.

Prática cultural

Entre os anos de 2006 e 2007, o Iphan, responsável pela preservação do Patrimônio Cultural Brasileiro, realizou pesquisa histórica e antropológica para identificar os principais aspectos que constituem a capoeira como prática cultural desenvolvida no Brasil: o saber transmitido pelos mestres formados na tradição da capoeira, que são reconhecidos por seus pares como tal, e a roda onde a capoeira reúne todos os seus elementos e se realiza de modo pleno.

Por fim, no ano de 2008, dois registros como “Patrimônio Cultural do Brasil” foram efetivados: o Ofício dos Mestres de Capoeira, inscrito no Livro de Registro dos Saberes e a Roda de Capoeira, inscrita no Livro de Registro das Formas de Expressão. Em 2014, a Roda de Capoeira também foi contemplada com o título de Patrimônio da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Segundo o Iphan, o objetivo é atuar na valorização dos sabres e prática dos capoeiristas enquanto cultura garantindo a ampla divulgação e promoção da Roda de Capoeira e do Ofício dos Mestres de Capoeira como símbolo indenitário e de memória nacional.

Serviço

O que: 2º Seminário da Salvaguarda da Capoeira no Amazonas
Quando: sábado, 15 de setembro, das 8h às 17h
Onde: Palacete Provincial, na Praça Heliodoro Balbi, S/N, Centro – Manaus

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade