Publicidade
Entretenimento
Vida

"Ser da Cidade": Elisa Maia lança EP online

Em seu trabalho solo, Elisa busca sua identidade, como um reflexo de sua própria trajetória musical, que inclui 10 anos de estudos na música erudita, a fase rock’n’roll na adolescência e oito anos marcantes como backing vocal da banda de reggae Johnny Jack Mesclado 12/11/2013 às 19:58
Show 1
Há 13 anos trabalhando profissionalmente com música, há cinco Elisa pesquisa e desenvolve seu trabalho solo
acritica.com* Manaus (AM)

A cantora Elisa Maia lança de maneira virtual na quarta-feira (13) o EP “Ser da Cidade”. O trabalho, com cinco faixas, estará disponível para download gratuito no site oficial da cantora a partir das 15 horas de Manaus. O trabalho será posteriormente incorporado em um album completo a ser lançado no ano que vem. Você pode conferir uma das faixas aqui.

“Encerrando um ciclo para continuar outro maior, desconhecido, imprevisível, instigante. Entregando e também apresentando músicas que me acompanham há tanto tempo, com uma ‘cara’, enfim, definitiva, que me representa. O EP faz essa vez: de ir à frente, abrindo o caminho para o que ainda há de vir, que é o disco/álbum completo. Sem pressa, sem pressão, mas com um norte mais definido e com um monte de gente conectada pela música”, destaca Elisa. 

O EP “Ser da Cidade” registra cinco canções compostas pela cantora: ‘Me chama pra pista”, “O que é melhor”, “Para musos”, “Falta” e “Ser da Cidade”;  em um processo que envolveu músicos e parceiros de Manaus, Belém e Rio de Janeiro.

Turnê

O EP  abre passagem para o que será o primeiro álbum solo da cantora, que retornará em janeiro de 2014 para Belém, onde finalizará as outras músicas que irão compor o trabalho. O lançamento do disco completo está previsto para depois do Carnaval.

Mas antes disso, Elisa Maia sai pela primeira vez em turnê e o destino é a sua própria região. Estão previstos shows em seis capitais (Belém, Macapá, Porto Velho, Rio Branco, Boa Vista e Manaus) até o final do ano, com o objetivo de divulgar o EP, conquistar novos públicos e conectar produtores e agentes culturais do Norte do país.

Há 13 anos trabalhando profissionalmente com música, há cinco Elisa pesquisa e desenvolve seu trabalho solo. O álbum completo está sendo viabilizado por meio dos editais “Microprojetos na Amazônia Legal” (Ministério da Cultura) e Proarte (Programa de Incentivo à Arte do Governo do Amazonas).


Publicidade
Publicidade