Publicidade
Entretenimento
Vida

Sérgio Marone apresenta versatilidade em seus projetos

O ator atualmente é antogonista da novela "Os Dez Mandamentos" e em entrevista para A CRÍTICA conta um pouco sobre a trama, seu personagem, além de outros trabalhos 23/05/2015 às 19:12
Show 1
Além do trabalho como ator, Sérgio mantém um portal, Mr. Jazzy. Acima, foto de um dos ensaios para o site
Jéssica Amorim Manaus (AM)

Entusiasmo, sucesso e dedicação são as características que podem descrever a carreira do ator Sérgio Marone. Tendo estreado no canal a cabo E! como apresentador em fevereiro deste ano, atualmente Sérgio é antagonista da novela “Os dez mandamentos” da emissora Record, coordena um site próprio e desenvolve trabalhos no cinema e no teatro.

Em entrevista ao BEM VIVER TV, o ator fala sobre a novela, o personagem Ramsés e conta um pouco sobre os outros trabalhos.

Não há dúvidas a respeito do sucesso que “Os dez mandamentos” vem fazendo em todo o País. No ar há dois meses, a novela bíblica continua conquistando o público e Sérgio acredita que este resultado é um mérito. “Estou realmente encantando com o produto que faço parte. Por ter uma história bem contada em termos de dramaturgia, além da produção, captação, os figurinos, que são lindos. É merecidamente um sucesso”, conta.

Para ele, a novela vai além da trama bíblica. “As pessoas dizem que é uma novela bíblica, mas é mais que isso, é uma novela épica. A espinha dorsal é bíblica, mas tem várias histórias paralelas. Disputas pelo amor, poder, romances impossíveis. Tem um quê de algo surrealista, entende?”, fala, empolgado.

Desapego

Sobre o personagem Ramsés, o processo foi bem trabalhado e exigiu do ator dedicação e desprendimento. Para dar vida ao guerreiro e vilão, ele alterou o estilo de vida, com mudanças na alimentação e praticando treinamento funcional de forma rigorosa. Além disso, teve que dizer adeus aos cabelos.

Quando perguntando se foi difícil aderir a mudança, Sérgio é claro que não há apego. “Para ter um bom personagem, nunca fui apegado a essas coisas”, diz. “Inclusive, não raspei só o cabelo. Estou raspando o corpo inteiro desde novembro”, acrescenta rindo.

O ator falou ainda de outro episódio semelhante, quando fez o filme pernambucano independente “Prometo um dia deixar essa cidade”, de Daniel Aragão, no qual teve que fazer uma espécie de permanente e pareceram receosos em sugerir a ele esta mudança para seu personagem, Hugo. “Eu topei na hora. Olhava no espelho e não me reconhecia. Isso é muito bom para o personagem. Você se desapega do seu ego, da sua vaidade”, conta.

Afeto por vilões

Tirando a preparação física de Ramsés, Sérgio também se mostra contente com a personalidade de seu vilão, devido a sua complexidade. “Acho maravilhosa, porque acredito que todo mundo é assim, bom e mau. O Ramsés sempre demonstrou mais características negativas e depois de assumir o poder, isso ficou mais evidente. Mas ele é muito humano, multifacetado. Eu estou muito grato com esse presente”, diz.

E ele não nega a preferência pelos personagens antagonistas. “Eu gosto muito mais de fazer vilão, me divirto muito mais. É mais amplo o leque de sentimentos e emoções, e por isso você pode brincar mais, colorir mais”, explica.

Fora da novela

Além de “Os dez mandamentos”, Sérgio também está trabalhando na peça “Eu te amo”, de Arnaldo Jabor, atuando ao lado de Juliana Martins, sob direção dos estreantes no teatro Rosane Svartman e Lírio Ferreira.

Segundo o ator, eles já se apresentaram em várias cidades pelo Brasil, mas ainda não vieram a Manaus. “Quero muito levar a peça a essa cidade. Sei que o teatro aí é maravilhoso”, diz.

Além disso, Sérgio também está produzindo e atuando no longa-metragem “Jesus Kid”, baseado no romance do contemporâneo Lourenço Mutarelli e com direção de Aly Muritiba. “Ainda estamos na fase de pré-produção. Captando tudo”, conta.

Mr. Jazzy

Outro trabalho à parte é o site próprio, “Mr. Jazzy”, que Sérgio possui e coordena há um ano. O conteúdo é bastante variado, dando dicas de moda, viagem, gastronomia, cultura, cuidados pessoais, nutrição, entre outros temas. “É tudo que me interessa e o que eu acho que pode interessar um homem moderno”, explica.

Os textos são escritos por ele mesmo e quando não tem tempo, alguém ajuda a postá-lo. E para dar um ponto de vista feminino, agora também há uma coluna para apresentar temas de interesse das mulheres, feita pela Eve Teixeira, a nova Ms. Jazzy.

Sobre o nome “Jazzy”, Sérgio já havia explicado em outras entrevistas que para ele o termo traduz alguém educado, informado, viajado e que sabendo usar o sapato certo, pode ficar elegante de camiseta e calça jeans. Para ele, todos os homens podem apresentar estilo.

Busca

Fã das redes sociais

Quem acompanha a carreira do ator, já deve ter percebido que é fácil encontrá-lo no mundo virtual. Sérgio adora as redes sociais e faz uso de todas elas, praticamente. Para ele é uma forma de estar mais próximo de seu público e disso ele não abre mão.

“Eu sempre estive em todas elas, gosto muito. É a maneira mais simples de eu estreitar a relação com meu público. Minha forma de retribuir carinho, mostrando um pouco da minha intimidade”, explica.

Publicidade
Publicidade