Publicidade
Entretenimento
TELEVISÃO

Série de TV espanhola sobre a ‘descoberta’ da América tem cenas gravadas no Amazonas

Manacapuru e Presidente Figueiredo serviram de locações para “Conquistadores: Adventum”, do canal espanhol #0 19/03/2017 às 05:00 - Atualizado em 19/03/2017 às 12:42
Rosiel Mendonça Manaus (AM)

A “descoberta” da América começou pelo Amazonas – ao menos durante as filmagens de “Conquistadores: Adventum”, série realizada por um canal de TV espanhol e ainda sem previsão de ser exibida no Brasil. Em oito capítulos com pitadas de docudrama, a produção vai mostrar como foram os primeiros anos da chegada dos europeus ao continente. Boa parte das gravações aconteceu em Manacapuru, Presidente Figueiredo e na Praia do Açutuba, reunindo uma robusta equipe de produtores, apoio e atores recrutada na Espanha e em Manaus.

Por trás da logística e produção local dessa empreitada esteve o argentino Daniel Garibotti, da Cipó Company, que morou no Amazonas durante 20 anos e tem experiência com outros trabalhos do tipo na região. Foi ele quem deu a ideia para o amigo e diretor da série, Israel del Santo, usar a Amazônia como uma das locações de “Conquistadores”. “Embora exista um mercado dinâmico na Europa, todos na Cipó preferimos os desafios amazônicos”, disse Garibotti.

Parte da equipe chegou em setembro do ano passado e se lançou à tarefa de construir os cenários, incluindo dois fortes e quatro aldeias indígenas. Na sequência, desembarcaram os atores e o restante dos técnicos, que passaram 60 dias imersos nas filmagens, de início realizadas num sítio que pertence à Cipó Company em Manacapuru.

Já na Praia do Açutuba, à margem direita do Rio Negro, a equipe gravava durante as primeiras horas da manhã ou no final da tarde. Dentre outras cenas, lá foram filmadas a chegada de Cristóvão Colombo e uma batalha entre Hernán Cortés e os maias do México.

“Em relação às dificuldades, é bom lembrar que a série conta histórias do século 15. Para vestir esse pessoal, vieram da Espanha uma tonelada de roupas, armas cenográficas, próteses para ferimentos, cabeças, braços, maquiagem para efeitos especiais e vários objetos de época. Essas tarefas foram demoradas, complexas e caras”, conta Garibotti, elogiando os profissionais amazonenses que participaram da produção.

Logística

O clima quente e úmido da região castigou particularmente os espanhóis, que atuavam debaixo de pesados figurinos. O maquiador David Ambit, da equipe de “Game of Thrones”, até admitiu que era mais fácil maquiar os amazonenses, pois eles suavam menos em comparação com os estrangeiros. 

Fora isso, alguns entraves burocráticos – como a liberação das armas cenográficas – quase comprometeram o cronograma da produção. “Tivemos que correr bastante, mas no geral foi uma ótima experiência que pretendemos repetir num futuro próximo. Em abril, estarei novamente em Manaus para começar a preparar novos projetos”, adianta Garibotti.

Figuração

O ator Normando Lopes foi um dos cerca de 200 figurantes locais que participaram das gravações de “Conquistadores: Adventum”. Morando atualmente no Rio de Janeiro, onde estuda teatro na escola O Tablado, Lopes estava de passagem por Manaus quando surgiu a oportunidade de entrar no elenco de apoio da série. 

“Fazia parte de um grupo maior que fez figuração como soldados espanhóis, mas eu e mais uns oito atores acabamos nos destacando e participando também dos últimos dias de filmagem”, conta ele, que esteve em Manacapuru e Presidente Figueiredo. “Por ser uma produção de fora do País, foi uma experiência boa para mim”, conclui.

Outras locações

Produzida pela Movistar, empresa de telecomunicações espanhola, “Conquistadores” deve estrear no outono europeu no canal pago #0. De volta à Espanha depois da etapa amazônica do projeto, a equipe agora se dedica a filmar as demais cenas em cidades como Burgos e Cádiz.

Publicidade
Publicidade