Terça-feira, 21 de Janeiro de 2020
ESPETÁCULO

Sociedade de elfos é tema de espetáculo apresentado neste domingo (11) em Manaus

No palco Teatro Amazonas, grupo leva por meio da dança e da teatralização a história de conflitos vividos numa sociedade de elfos. A entrada é gratuita



show_1.jpg Foto: Divulgação
10/03/2018 às 13:24

Apresentando os conflitos presentes em um reino de elfos, onde a sociedade é dividida em segmentos e jovens devem escolher o melhor caminho a seguir, o espetáculo “Novo Amanhecer”, produzido pelo Casarão de Danças, é apresentado neste domingo (11), no palco do Teatro Amazonas, na aenida Eduardo Ribeiro, 659, Centro, a partir das 19h. O evento terá entrada gratuita.

O espetáculo gira em torno da história de jovens elfos que têm que escolher entre os quatro elementos naturais: água, fogo, terra e ar, e se dedicar ao trabalho no segmento escolhido pelo resto da vida. A partir daí, os conflitos dessa sociedade serão encenados através da dança. “Novo Amanhecer” é uma produção autoral feita pela professora Ana Cristina Stone, que compõe o quadro de profissionais da companhia.



A diretora do Casarão de dança, Ana Laura Stone, conta que o enredo foi criado no ano de 2016 e que atualmente o grupo teve a oportunidade de realizar uma apresentação no Teatro Amazonas. O espetáculo, que é apresentado por alunos da companhia principal, junior, juvenil e adulta,  tem 1h10 de duração e conta com a mistura de elementos do teatro e dança.

Casarão de Dança

O Casarão participa de diversos eventos na cidade, difundindo a arte em diversos espaços da capital. O lugar foi criado com o objetivo de ser um espaço diferenciado para ensinar, praticar e viver a dança.

Serviço

O quê: Espetáculo de dança “Novo Amanhecer”
Data/hora: domingo, 11 de março, a partir das 19h
Local: Avenida Eduardo Ribeiro, 659, Centro
Entrada: Gratuita

*Com informações da assessoria de imprensa


Mais de Acritica.com

20 Jan
trans_8C3DB8BB-BCF9-43E8-B068-3BED79D3DBF5.JPG

Mutirão retifica nomes e assegura identidade de travestis e transsexuais

20/01/2020 às 20:27

Como o procedimento feito diretamente no cartório não é tão simples (a lista de documentos exigidos é extensa) e nem sempre é barato (custa em média entre R$350 a R$ 400), a ação visa não somente facilitar a vida das pessoas transexuais que desejam alterar o nome e gênero de registro em sua documentação de nascimento, como também vai acompanhar e custear a certidão de tabelionato de protestos


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.