Publicidade
Entretenimento
INTENSIDADE CERTA

Sommelière dá três dicas essenciais para equilibrar cervejas com as refeições

Naiana Zagonel. ensina que a harmonização de refeições com cervejas pode ser feita de três formas: por corte, semelhança e contraste 28/05/2017 às 13:00
Show 1231163
(Fotos: Euzivaldo Queiroz)
Mayrlla Motta Manaus (AM)

Sabe aquele velho ditado: “a primeira impressão é a que fica”? Nas relações interpessoais, ele pode até não fazer muito mais sentido ultimamente, mas quando se fala de alimentação, é provável que sim. Por isso, harmonizar a refeição com a bebida faz total diferença. “O sentido da harmonização é te dar prazer do início ao fim da refeição. A primeira garfada é melhor momento dessa sensação. É aquele momento que você julga o quão bom é o prato. E essa impressão deve continuar até o final”, explica a sommelière de cervejas Naiana Zagonel.

 Ela, que assina o cardápio da Manaus Brew Shop, casa de cervejaria artesanal recém inaugurada na cidade, explica que a harmonização de refeições com cervejas pode ser feita de três formas: por corte, semelhança e contraste. 

Mas antes, Zagonel orienta ao leitor observar a intensidade do sabor. “Se tenho uma salada com queijo fresco eu  penso em algo leve para harmonizar com essa comida. Podemos indicar uma cerveja de trigo, uma witte beer,  que leva casca de laranja e sementes de coentro. Ou seja, já entra o condimento para a salada”, exemplificou Naiana, formada em Tecnologia em Gastronomia pela Faculdade Metropolitana de Manaus. 

Corte
Na harmonização por corte, Naiana recomenda o porco assado (foto ao lado) com uma bebida mais alcoólica. “Ele é um prato gorduroso com sabor bem presente. Então preciso de uma cerveja que acompanhe essa intensidade. Geralmente, optamos por uma cerveja mais alcoólica para limpar o paladar”, disse. 

Semelhança
Já na harmonização por semelhança, Zagonel explica que é feita com base nos elementos compostos na bebida e na refeição. Como exemplo, ela cita o brownie com stowt juntamente com uma KBS (foto principal). “É o ato de combinar dois elementos iguais. A principal harmonização aqui é por causa da presença da torra e do chocolate amargo. A KBS tem toda uma maturação de barril e é bem alcoólica, então tem um residual docinho para equilibrar o sabor ”, diz a professora da Escola Superior de Cerveja e Malte de Santa Catarina.  

Contraste
Na harmonização por contraste é o ato de combinar duas coisas diferentes para equilibrar o sabor. Por exemplo: doce e salgado. “Se tenho um prato ou cerveja muito amargo usamos um elemento doce para casar. Uma IPA (cerveja bem amarga) pode combinar com um molho de tomate com macarrão, que tem teor adocicado, casa bem com o leve amargor dessa cerveja inglesa”, recomenda.

Publicidade
Publicidade