Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019
Música

Supercolisor apresenta músicas de novo álbum em show na capital amazonense

De acordo com o vocalista Ian Fonseca, “Viagem ao Fim da Noite” é um disco que a banda construiu e reconstruiu no último ano, em busca de um som e repertório que exprime o novo momento da banda e seus atuais interesses musicais



Supercolisor_-_Foto_Duane_Carvalho_CB2B49EB-056F-43B4-B6C7-B1FD0E32E61B.jpg Foto: Duane Carvalho/Divulgação
14/09/2019 às 06:50

Já são quase três anos sem tocar em Manaus, cidade na qual o Supercolisor possui sua relação emocional mais longa. Para matar as saudades, a banda amazonense radicada em São Paulo aporta na capital para apresentar músicas de seu próximo álbum, chamado “Viagem Ao Fim da Noite”. O show acontece neste sábado (14), no Teatro Gebes Medeiros (Avenida Eduardo Ribeiro, 937, Centro) e é gratuito.

Formada atualmente por Ian Fonseca (voz, piano e violão) e por Natan Fonseca (bateria e percussão) – ambos manauaras  - desde 2016 o grupo é composto também pelo francês Jérôme Gras (baixo) e pelo florianopolitano Henrique Meyer (guitarra). “Com a gravação do novo disco (repleto de participações e contribuições bem especiais), e particularmente agora com o início dessa nova leva de shows, o baterista e percussionista curitibano Denis Mariano foi somado ao time. É com este quinteto que nos apresentaremos em Manaus neste sábado”, destaca Ian.



De acordo com o vocalista, “Viagem ao Fim da Noite” é um disco que a banda construiu e reconstruiu no último ano, em busca de um som e repertório que exprime o novo momento da banda e seus atuais interesses musicais, expandidos a partir do ingresso de novos membros, produtores e parceiros. Um destes parceiros é o cantor Leo Fressato, que faz uma participação especial na faixa “Sempre”.

“O que podemos adiantar é que, apesar de bastante diverso na natureza das composições (como sempre), talvez seja o disco mais ‘coeso’ que já lançamos. O show é baseado no nosso novo álbum – vamos tocá-lo basicamente na íntegra, com nossas primeiras adaptações das canções para o palco (afinal este é o primeiro show deste repertório), e somar algumas canções dos outros discos pra matar a saudade”, conta ele.

Impressão

O disco foi pensado para remeter à sonoridade de uma banda tocando ao vivo, junta, sem excesso de interações externas (somas e dobras). “Justamente por isso o papel de cada instrumento é dramaticamente ampliado em importância, já que, com menos elementos a serem ouvidos, cada frase, expressão e intenção é mais determinante pra emoção da faixa. Foi abrindo esses espaços, confiando na performance reativa e apostando em ideias mais enxutas (e por isso talvez mais criteriosamente lapidadas) que construímos este novo trabalho”, diz Ian.

Desde que a banda mudou sua base para São Paulo há quatro anos, ela experimenta os benefícios do caldeirão cultural que agregou tantos outros artistas ao seu trabalho. “Três dos membros da banda também são produtores musicais, e temos, juntos ou individualmente, desenvolvidos uma série de outros trabalhos com outros artistas, como o Leo Fressato (artista curitibano compositor do viral ‘Oração’, gravado pel’A Banda Mais Bonita da Cidade), cujo novo disco, produzido pelo Jérôme e por mim, acabou de sair”, comenta Fonseca.

Serviço

O quê: Supercolisor toca Viagem ao Fim da Noite

Quando: Sábado (14), às 19h

Onde: Teatro Gebes Medeiros (Av. Eduardo Ribeiro, 937, Centro)

Quanto: Gratuito

Subeditora de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.