Sábado, 31 de Julho de 2021
Agenda

Szel apresenta releitura de clássico dos anos 90

Eclético, excêntrico e descolado, o cantor e compositor carioca faz versão solar e dançante do pagode “Temporal”, lançado pelo grupo Art Popular em 1996



Szel_Rhay_Salina_A78B4F3E-FB32-4951-BA06-C7F56616DAE1.JPG Foto: Divulgação
22/04/2021 às 15:26

Se você curtiu muito este hit, certamente, está se aproximando dos 30 anos ou já passou deles. Independentemente da idade, o fato é que a canção “Temporal”, lançada em 1996 pelo grupo de pagode Art Popular, está de volta em uma releitura do cantor e compositor carioca Szel. A aposta do artista é relembrar este grande sucesso que marcou uma geração e reapresenta-lo em uma versão mais dançante, solar e atual, nesta sexta-feira (23), em todas as plataformas digitais. O videoclipe vai ao ar às 11h, no canal oficial do cantor no YouTube.

Eclético e excêntrico, Léo Szel, mais conhecido como Szel (lê-se Zél), dá continuidade ao trabalho autoral iniciado, em 2020, com as quatro canções do EP “NUNCAMAIS”. “Sempre fiz muitas composições e, em 2019, resolvi me direcionar para a minha carreira musical autoral. Meu primeiro EP teve uma ótima aceitação pelo público e pude transitar entre diversos estilos musicais como indie e pop rock e, hoje, percebo que meu público é mais voltado ao Pop e à nova MPB”, comenta SZEL, que também é artista visual e traz em seus trabalhos muitas dessas influências na estética e na composição dos looks, maquiagens e elementos de seus videoclipes.

ALEGRIA E CORES
“Temporal” virá numa versão mais pop com interações com o estilo brega funk, repleta de energia e lembranças. “Essa é uma música que é muito especial para mim. Tenho uma memória afetiva com ela e imagino que outras pessoas também lembrem dela assim. Além disso, é uma forma de apresentar essa música para as novas gerações com a minha assinatura. É uma versão bem solar”, afirma Szel.
Bem como os demais trabalhos do artista carioca, o videoclipe do novo single trará conceito e arte para as telas. “No clipe, vamos ressignificar o tema da ruptura de um relacionamento, da música original, tratando-o de forma alegre. Também vamos brincar com uma artificialidade proposital, mostrando, por exemplo, o backstage do estúdio”, adianta o protagonista do clipe, produzido pela Ziriguidum Filmes, dirigido por Jorge Badaue – co-fundador do famoso bloco de carnaval “Sereias da Guanabara”, ao lado de Szel. “Sempre levo outras expressões de arte para meu trabalho. Gosto daquilo que transborda à música”, completa o artista.

PROJETOS
O single é o primeiro lançamento da retomada dos trabalhos de Szel, após um hiato de quase três meses, desde o lançamento do seu último EP, em janeiro de 2021. “Quando meu primeiro EP completou um ano, fiz um relançamento de duas músicas em diferentes versões. Agora, começamos um novo projeto. Serão lançados cinco singles e dois clipes, um por mês, até novembro, quando pretendo reuni-los em um EP com mais algumas inéditas”, finaliza.

SERVIÇO
A releitura de “Temporal” por Szel será lançada nesta sexta-feira (23), em todas as plataformas digitais. Já o vídeo clipe, estreia às 11h, do mesmo dia, no canal oficial do cantor no YouTube: https://bit.ly/2PnvlA3. Mais informações pelas redes sociais: @leoszel.


+ SOBRE SZEL
Szel é cantor e compositor nascido em Nilópolis e morador de Botafogo, no Rio de Janeiro. Estreou na cena pop/alternativa em janeiro de 2020, lançou dois EPs e seis singles, entre eles, sua faixa mais popular, “Vc Vem?”, que faz uma homenagem ao funk dos anos 90. Foi nessa época que o artista começou sua trajetória no mundo da música. Tocando e compondo desde a infância e passando por diversas bandas na adolescência, Szel tem contato com a arte desde cedo, sem que nunca a tenha deixado fora de sua vida, já que o artista atua também como DJ. Apaixonado pelo Carnaval, o cantor também é o fundador de um dos maiores blocos de carnaval do Rio de Janeiro, o “Sereias da Guanabara” que já conta com quatro anos de atuação e passagem, também, por Brasília e São Paulo.& nbsp;Dono de um timbre de voz marcante, o cantor e compositor já soma mais de 1 milhão de plays no Spotify e 700.000 no Youtube. Em outubro (2020), foi uma das atrações na Trends Brasil Conference, que reuniu os maiores atores do mercado de música da América Latina. Sua assinatura musical transita pelo indie pop, nova mpb e R&B, incorporando elementos da música urbana de outras décadas ao DNA contemporâneo. A obra de SZEL também é atravessada também por interseções com a poesia e as artes visuais em projetos que buscam contar histórias usando diferentes plataformas (vídeos, áudios, textos e imagens). Estes recursos dão suporte às personas encarnadas pel o artista em cada nova "era" (projeto). Inspirado pela vivência "camaleônica", autêntica e inovadora de seus ídolos David Bowie, Madonna, Björk, Lady Gaga, Caetano Veloso e Letrux, o artista cria narrativas crossmedia com diferentes propostas estéticas. Seja encarnando o gamer dos anos 90 em “Vc Vem?”, o idílico narrador de “Leonardo”, o pintor aventureiro em “Correnteza” ou ainda o gótico desiludido que foge “Pra Saturno”, Szel busca dar vida às suas diferentes e possíveis versões para inspirar no público novos olhares sobre a vida e exaltar a diversidade. Combina com playlists de Nova MPB, Indie Brasil, Dream Pop, RnB, Pop Alternativo e Pop LGBQTIA+.

*Com informações da assessoria



News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.