Sábado, 20 de Julho de 2019
Vida

Tacacá na Bossa reúne Moinhos de Vento e Zezinho Corrêa nesta quarta (15)

O grupo de música popular amazonense unirá forças junto ao seu padrinho musical e se apresentará nesta quarta (15), a partir das 19h, no Largo São Sebastião, localizado no bairro Centro. A entrada é franca



1.jpg Juntos, Moinhos de Vento e Zezinho Corrêa participarão do Tacacá na Bossa
14/05/2013 às 19:04

A música popular amazonense e a música folclórica se encontrarão em mais uma edição do Tacacá na Bossa: a banda Moinhos de Vento e o cantor Zezinho Corrêa participarão juntos do projeto, que acontecerá nesta quarta (15), a partir das 19h, no Largo São Sebastião, localizado no bairro Centro. A entrada é franca.

Segundo o vocalista e saxofonista da banda Moinhos de Vento, Caio Camargo, o show se dividirá em três momentos: o primeiro conta com o show exclusivo da MV, que terá a duração de 1h. Em seguida, Zezinho Corrêa fará seu show solo com a mesma duração de tempo. Logo após, Moinhos e Zezinho irão unir forças para juntos mesclarem os seus maiores sucessos por meia hora. A música ‘Amazonas’, de Chico da Silva, é uma das que estão pautadas para a última parte da noite.

Camargo pontuou ainda detalhes do repertório específico da Moinhos – que participa pela primeira vez do projeto Tacacá na Bossa –. Segundo ele, o show será marcado pela música regional e pelo groove. “Vamos fazer um show mais regional, porém dançante. Músicas de artistas como Geraldo Azevedo, Alceu Valença, Djavan e Carrapicho estão confirmadas”, reiterou o vocalista.

A Moinhos de Vento é formada por Caio Camargo (saxofone e voz), Leonardo Gomes (teclado e violão), Rodrigo Torres (contrabaixo) e Josias Júnior (bateria), e é conhecida pela multiplicidade de funções entre os membros do grupo: a maioria deles acumula mais de um posto na banda. Com pouco mais de um ano de existência, a MV já gravou um disco ao vivo, e trabalha com a disseminação da MPB na capital amazonense.

Rotina

A rotina do grupo envolve de cinco a seis shows semanais, com folga apenas em dias de segunda-feira, frisou Caio. “Fazemos shows em locais variados, como o Lappa, Escritório Chopp & Grill, praças de alimentação públicas e em shoppings. As pessoas vão aceitando e vendo a música popular amazonense com outros olhos, que está crescendo não apenas no AM, mas também na Região Norte”, destacou.

A banda está em processo de gravação do segundo álbum, que tem requintes de primeiro, por conta das gravações oficiais em estúdio. Caio informou também que com este álbum, ainda dividido entre os nomes ‘Plano B’ ou ‘Silêncio’, está com planos de ser lançado nacionalmente.

“Estamos gravando neste mês, iniciamos à duas semanas. Por enquanto terá cinco músicas de autoria nossa, e mais três aqui da região. A previsão é que ele fique pronto ainda neste semestre. Nós temos uma assessora (Greicianne Ferraz) que faz a ponte Manaus/São Paulo, e é por ela que a gente vai trabalhar essa forma de divulgação mais abrangente”, adiantou.

Música e clipe

Um destaque do primeiro álbum oficial da MV é a música autoral ‘Silêncio’, composta pelo tecladista da banda Leonardo Gomes e que está em processo de masterização. Ainda de acordo com Caio, a faixa fala sobre a paixão de um amigo por uma amiga, cujo amigo tem medo de se declarar para o seu amor.

“Planejamos também lançar o clipe da música ‘Silêncio’. Assim que ela estiver pronta, vamos iniciar as gravações do clipe, para que clipe e música sejam lançados juntos”, complementou, lembrando que os dois materiais devem ser lançados no segundo semestre de 2013.

Sobre a parceria com Zezinho Corrêa, que é o padrinho da banda, Caio afirma que a Moinhos ‘se sente em casa’ tocando com ele. Inclusive, Camargo ressalta que Zezinho é presença confirmada em seu novo álbum. “Já conversei com Zezinho informalmente sobre isso e ele falou que participa, sem problemas. Aí estamos esquematizando outros artistas da MPB local para participarem da gravação do CD”, revelou Camargo.

‘Não há como não apadrinhar’

Zezinho Corrêa, por sua vez, não poupa elogios ao talento dos jovens músicos. "Eu gosto muito do trabalho deles. Desde a primeira vez que eu vi, fiquei encantado. O Caio, por exemplo, é cantor e instrumentista e filho de Pepê Fonnã, vocalista da banda ‘Amazonas’, dos anos 80, que tocava forró de raiz. E o Caio herdou do pai esse talento. Não há como não apadrinhar”, elogia o artista.

No repertório de Zezinho, o artista confirmou para esta quarta (15) uma fusão de elementos ecléticos. “Procuro mostrar um pouco de tudo, até porque gosto disso. Mas estou com músicas de vários compositores amazonenses, como Chico da Silva, Mário Jackson, e Candinho. Há músicas também de compositores consagrados nacionalmente como Vinícius de Moraes, Caetano Veloso, Peninha, e vou concluir o show com um pouco de Carrapicho”, finalizou Corrêa.

<!-- /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Tabela normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-priority:99; mso-style-qformat:yes; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin-top:0cm; mso-para-margin-right:0cm; mso-para-margin-bottom:10.0pt; mso-para-margin-left:0cm; line-height:115%; mso-pagination:widow-orphan; font-size:11.0pt; font-family:"Calibri","sans-serif"; mso-ascii-font-family:Calibri; mso-ascii-theme-font:minor-latin; mso-fareast-font-family:"Times New Roman"; mso-fareast-theme-font:minor-fareast; mso-hansi-font-family:Calibri; mso-hansi-theme-font:minor-latin; mso-bidi-font-family:"Times New Roman"; mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}-->

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.