Terça-feira, 16 de Julho de 2019
Vida

Teatro Amazonas recebe monólogo inspirado no gênio da escultora Camille Claudel

Apresentações ocorrerão nos dias 4 e 5 de março, às 20h, e no dia 6 de março, às 19h. Os ingressos estarão disponíveis a preços populares na bilheteria do local



1.jpg O espetáculo é inspirado no gênio de Camille, impresso nas formas que esculpiu e também na personalidade complexa e conflituosa
25/02/2016 às 10:35

A atriz Ceronha Pontes e a MC Apoio, em parceria com a Atos Produções, apresentam o espetáculo “Camille Claudel” no Teatro Amazonas. As apresentações contam com o patrocínio da Petrobras e com realização do Governo Federal e Ministério da Cultura. Este projeto foi selecionado pelo Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2015/2016.

As apresentações serão realizadas nos dias 4 e 5 de março, às 20h e 6 de março, às 19h, no Teatro Amazonas. Os ingressos estarão disponíveis a preços populares na bilheteria do teatro.

Antes do início da temporada, será realizada uma apresentação gratuita, para convidados, no Teatro da Instalação, no dia 3 de março. Essa sessão será exclusiva para usuários e funcionários de instituições psiquiátricas e também para grupos de teatro da cidade. Após essa apresentação especial, o público presente será convidado a um debate sobre Arte e Loucura com a atriz, tendo a participação de artistas, arte-terapeuta e psicanalista convidados.

Sobre o espetáculo

O espetáculo é monólogo inspirado no gênio de Camille, que está impresso nas formas que esculpiu, mas está também exuberante e implacável em sua personalidade complexa, conflituosa. A personagem se confronta com seus fantasmas, numa narrativa que não segue, necessariamente, uma ordem cronológica.

Em discussões às vezes dóceis, às vezes acaloradas, manifesta o rancor que a corrói e passa a limpo, as injustiças a que foi vitimada, o preconceito de gênero que permeou toda a sua trajetória e o tolhimento artístico que lhe impunha a sociedade e seu companheiro, o escultor Auguste Rodin.

A intérprete e autora da dramaturgia, Ceronha Pontes, modela uma Camille Claudel que aos poucos vai se desgastando pelos anos de reclusão forçada e abandono no manicômio. A Camille de Ceronha transborda a amargurada pelo pouco crédito que lhe deu a sociedade francesa de sua época, e ressente-se com Rodin, que não a assumiu como mulher, nem a defendeu quando a acusaram de copiar a arte do mentor.

À medida que a personagem é revelada, se materializam, no corpo da atriz, com o barro e a argila, rudimentos do ofício de esculpir, as formas femininas tão presentes no legado de Claudel. Martelo e cinzel, extensões das mãos de quem burila poesia nas pedras, modelam o ar e produzem o som agudo que remete de imediato a essa expressão artística.

O espetáculo Camille Claudel estreou em 2006 e desde então vem recebendo elogios de crítica e público, por onde passa. Já se apresentou em várias cidades do Brasil, a exemplo do Rio de Janeiro/RJ, Natal/RN, São Luis/MA e Belém/PA. Este ano ainda apresenta-se em Rio Branco/AC e São Paulo/SP.

Sobre a atriz

Radicada no Recife (PE), Ceronha Pontes é formada em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará. Iniciou sua carreira no teatro em 1991, no Curso de Arte Dramática da Universidade Federal do Ceará, concluído com a montagem de “Viúva, Porém Honesta”, de Nelson Rodrigues, sob a direção de Bruno Correia Lima.

A atriz também fez oficinas e cursos de dramaturgia com grandes nomes do teatro e da dança, como José Celso Martinez Correia, Débora Colker, Luís Carlos Vasconcelos, Luís Carlos Maciel e o saudoso ator Rubens Correia. No Colégio de Direção Teatral (1997-1999), do Instituto Dragão do Mar, teve acesso à construção da sua auto-expressão. Estagiou em 2002, no Centro de Pesquisas Teatrais (CPT), em São Paulo.

Atualmente, Ceronha integra o Coletivo Angu de Teatro – de Recife/PE e divide-se entre seus trabalhos com teatro e cinema.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.