Publicidade
Entretenimento
Vida

Teatro Manauara recebe homenagem à Cazuza e Legião Urbana neste sábado (8)

Shows resgatarão sucessos inesquecíveis dos artistas na “Noite dos Imortais” 06/08/2015 às 11:39
Show 1
Renato Nascimento vive no palco o aclamado cantor Renato Russo
Laynna Feitoza Manaus, AM

Dois dos mais célebres eternos da música brasileira, Cazuza e Renato Russo, serão homenageados na “Noite dos Imortais”, que irá acontecer no dia 8 de agosto, a partir de 21h, no Teatro Manauara. As bandas Faroeste Caboclo Legião Urbana e Ideologia Cazuza Cover, de São Paulo, são habituadas a circular pelo País com apresentações dos maiores sucessos dos vocalistas e irão trazer para Manaus, além das músicas mais conhecidas pelo público, algumas das canções que só quem acompanhou ambas as carreiras conhece.

Na estrada há quatro anos com a Ideologia Cazuza Cover, o cantor Fábio Sanchez sempre foi fã de Cazuza, mas conhecia apenas os grandes sucessos. “Surgiu a oportunidade de interpretá-lo em um bar de São Paulo, e aí foi muito bom. Fui procurando pesquisar e entender sobre ele e me apaixonei pela obra e vida dele, desde que entrou no Barão Vermelho até a carreira solo. Procurei estudar sobre ele e estudo até hoje”, coloca.

Ao todo, a banda de Fábio fez mais de 200 shows em seu tempo de vida. Lugares como a Região Sul e Sudeste conhecem bem o trabalho do grupo. A primeira vez em Manaus, portanto, foi em 2013. O destaque dos shows vai para o figurino, bem baseado no Cazuza dos anos 80. “Na primeira parte do show, cantamos os sucessos dele no Barão, onde entro com roupas mais ‘new wave’ e coloridas. Depois apresento músicas da carreira solo dele e visto a famosa roupa branca do Cazuza”, comenta.

Essa transição de épocas é feita, porém, sem interromper o show. “Meu cabelo é enrolado, e consigo fazer uma mágica que não revelo para voltar ao palco com ele mais liso. Eu deixo todo o figurino pronto no camarim, e geralmente troco de blusa, calça e arrumo o cabelo em no máximo cinco minutos. Se acontecer algum imprevisto com o figurino, a banda continua tocando, até que eu entre, sem parar a apresentação”, descreve Sanchez.

Como o show busca abranger toda a carreira de Cazuza, músicas como “Pro dia nascer feliz”, “Maior abandonado” e “Bete balanço” não ficam de fora. “O mais curioso é que o Cazuza não teve muitos sucessos, mas sim sucessos muito marcantes. A carreira dele foi curta, apenas nove anos. Para você desenvolver um trabalho assim, é preciso trabalhar tanto o lado B quanto o lado A”, diz Fábio, lembrando que o primeiro show em Manaus foi incrível. “Manaus é quarta cidade com o maior número de curtidas em nossa fan page”, alerta.

‘Somos tão jovens’

Já a banda Faroeste Caboclo Legião Urbana Cover é a primeira banda a fazer cover da Legião Urbana em todo o Brasil, afirma Renato Nascimento, o vocalista. “A gente passeia pela obra do Renato até o último disco gravado pela banda”, diz ele, cujo grupo existe desde 1996 e busca trabalhar com a mesma formação instrumental que a Legião trabalhava: com voz, guitarra, bateria e baixo.

“Nos anos 80 fazíamos cover de um monte de bandas, inclusive da Legião. Percebíamos que as músicas que mais soavam eram as músicas da Legião. Sem falar que meu nome é Renato, sou fisicamente parecido com o Renato e tenho o timbre de voz similar ao dele. Então foi o caminho natural. Costumamos ser bem legítimos a eles, mas temos a nossa pegada, sem nada de ser moderno”, descreve.

Conforme o vocalista, músicas que não vão faltar no show são “O mundo anda tão complicado”, “Metal contra as nuvens” e “Tempo perdido”. “Eu sempre faço questão de cantar ‘Maurício’, ‘Eu era um lobisomem juvenil’ e algumas músicas deles consideradas longas para shows. Agora tem uma música que eu não gosto de cantar deles é ‘Perfeição’. Porque foi uma música cantada no final da carreira do Renato, e eu não acompanhei tanto. Ele já estava com a voz fraca e embargada, então não me apetece muito cantar”, destaca.

Ainda de acordo com o cantor, Legião Urbana é uma banda de três ou quatro acordes, o que remete a uma simplicidade nas execuções musicais. “O que tem no Legião são músicas longas, como ‘Faroeste caboclo’, que tem aquelas partes que não podem ter nenhum erro de tempo e nem de letra, porque as letras são muito longas. São as velhas histórias de ‘Eduardo e Mônica’, entre outras com começo, meio e fim’”, pontua. Prestes a fazer sua terceira visita à Manaus, Nascimento confessa que morre de saudades daqui. “A galera é simples, receptiva e carinhosa. Vimos muitas crianças e famílias”, encerra.

Serviço

o quê: Show das bandas Faroeste Caboclo Legião Urbana e Ideologia Cazuza Cover

quando: 08 de agosto (sábado), às 21h30

onde: Teatro Manauara – Piso Buriti - Manauara Shopping (Av. Mario Ypiranga Monteiro, 1300 – Adrianópolis)

quanto: Pista - 1º lote – R$ 30,00 – (meia-entrada) + 1 kg de alimento não–perecível, caso o cliente não possua direito à meia-entrada

infos: (92) 3342 8030

realização: Master Cultural


Publicidade
Publicidade