Publicidade
Entretenimento
Vida

Teatro Manauara recebe pela primeira vez o monólogo '45 minutos com Caco Ciocler'

Ator encarna personagem sombrio, cujo desafio é ganhar a plateia todas as noites para receber comida e um pequeno quarto nos fundos do teatro para morar 19/11/2014 às 09:27
Show 1
Caco Cioler interpreta um ator assolado por questões existenciais
Loyana Camelo Manaus (AM)

Diante de um palco vazio, sem adornos, o personagem precisa enfrentar todas as noites o desafio de conduzir 45 minutos de espetáculo. Sem muito talento para fazê-lo, ele tenta entreter o público para evitar que o tempo se arraste de forma dolorosa para ambas as partes. Ao contrário desse atormentado homem, o ator que lhe dá vida tem habilidade de sobra para sustentá-lo no monólogo “45 minutos com Caco Ciocler”, que no domingo (23) pisa pela primeira vez em solo amazonense. Ciocler já presenciou as mais variadas reações da plateia e aguarda ansioso para ver como será a repercussão por aqui.

O texto é de autoria de Marcelo Pedreira, o qual construiu uma peça intrigante pelos conflitos pessoais que carrega. Para não ser despejado pelos donos do teatro, o personagem de Ciocler precisa “fazer mágica” para envolver os espectadores, pois além da mente já perturbada, não possui sequer um roteiro em mãos. Em entrevista ao BEM VIVER, o ator paulista conta que “45 minutos com Caco Ciocler” é uma tentativa de diálogo direto e provocativo.

“Mas essa provocação pode acontecer com ou sem uma resposta direta ou audível por parte do público. Vai depender de quem esteja assistindo. Eles é que vão decidir isso”, atestou.

E houve quem decidiu externalizar sua opinião de forma totalmente bizarra. “Já tive que enfrentar as mais loucas reações. Uma vez um sujeito saiu no meio de uma sessão vociferando uma oração religiosa em latim. No dia seguinte, voltou para ver outra vez vestido com roupa militar e com um turbante na cabeça. Falei para um amigo da produção: ‘Senta atrás dele... Se ele fizer um movimento estranho, violento, grita que eu saio correndo’”, relembrou o ator, aos risos. Mas tudo acabou bem. “No final dessa sessão o sujeito foi até o camarim aos prantos e me agradeceu por tudo aquilo. Tá preparado?”, diz, lançando o desafio ao público amazonense.

Gêneros equilibrados

Apesar do personagem ser sisudo em essência, Ciocler adianta que a peça não é necessariamente um drama. Ou suspense. Ou comédia. “Minha condução foi se transformando muito durante esses anos todos. No início a peça era muito árida. Aos poucos, fui entendendo e testando o humor como ferramenta potente para dizer algumas daquelas coisas. Hoje acho que existe um bom equilíbrio entre o humor e o drama”, explica.

A sensação que o ator deseja causar na plateia, no entanto, é a de “transformação de almas”, uma provocação possível pela força do teatro. Um grande exemplo disso é o próprio monólogo “45 minutos com Caco Ciocler”, o qual o protagonista considera “uma joia que me acompanha desde a sua estreia no Rio [de Janeiro] em 2011”.

A peça não está em turnê, mas é movimentada quando são feitos convites - como foi o caso do evento de domingo no Teatro Manauara. Enquanto isso, Caco Ciocler se divide entre as gravações de Boogie Oogie e o lançamento, para 2015, do documentário “Esse Viver Ninguém me Tira”.

Paixão pelo teatro

E nos meandros do roteiro, por mais que o personagem afirme estar atuando apenas para garantir suas necessidades de comida e moradia, Ciocler identifica uma questão mais profunda. “Está cansado, enfraquecido, desestimulado, cínico, mas continua ali porque acredita ainda num encontro verdadeiro entre o teatro e o espectador. Se não já tinha ido fazer outra coisa. E é isso que é bonito na peça”, conta, relacionando a isto sua própria paixão pela arte de atuar. “A gente não consegue desistir. Nunca. E não é por dinheiro. Teatro não dá dinheiro. Por que é então? É uma boa pergunta”, diz, ao lançar mais uma questão para o público refletir.

Serviço

O quê: 45 Minutos com Caco Ciocler

Quando: 23/11 - primeira sessão às 18h e segunda sessão às 20h

Onde: Teatro Manauara (Manauara Shopping)

Quanto: R$100 / R$ 50,00

Classifi-cação etária: 14 anos

Publicidade
Publicidade