Domingo, 21 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Vida

'Teste da pisada' ajuda a prevenir e tratar lesões

Baropodometria ou "teste da pisada" é um exame que identifica alterações na pisada, prevenindo problemas futuros e melhorando desempenho dos atletas


05/04/2015 às 16:22

A maneira como pisamos ao caminhar, correr ou praticar atividades físicas, pode ser a origem de vários problemas como dores articulares e musculares nos pés, tornozelos, joelhos, quadris e na coluna vertebral. A boa notícia é que com um exame de nome um pouco complicado, mas bem simples - a Baropodometria - é possível identificar as alterações na marcha, corrigí-las, prevenir lesões futuras e até melhorar o desempenho dos atletas.

“A baropodometria ou teste da pisada, como é mais vulgarmente conhecido, é um exame realizado em um aparelho chamado baropodômetro, uma plataforma de força com sensores ligada a um computador com um software específico para essa avaliação. Ele nos dá algumas informações como picos de pressão no pé, tipos de pisada, algumas patologias, rotações de quadril, joelho e isso é importante para quem vai praticar uma atividade física, principalmente uma caminhada ou corrida, porque aí você consegue prevenir algumas patologias futuras”, explica o fisioterapeuta e educador físico Marcos Sabbá.

De acordo com ele, com o aumento da busca das pessoas pela prática de atividade física, e especialmente com o crescimento dos grupos de corrida rústica em Manaus, o exame é um recurso a mais na prevenção de lesões e até para ajudar a aumentar a performance de atletas. “Ele ajuda a reconhecer o tipo de pisada, influenciando na escolha do calçado adequado ou na indicação do uso de palmilhas posturais. É uma ferramenta a mais para o fisioterapeuta fazer uma avaliação mais minuciosa”, complementa.

Tratamento

Além da forma preventiva, a baropodometria também pode ajudar no tratamento e na identificação de problemas ou patologias já instaladas, como explica o também fisioterapeuta Marcelo Gioia.

“A principal causa de escoliose é alteração nos pés. Há casos de pessoas que já passaram por todos os tipos de tratamento para dores na lombar sem sucesso e, quando resolvem fazer o teste da pisada, descobrem a origem do problema”, alerta.

Segundo o profissional, identificando a origem do problema, é possível indicar o uso de palmilhas posturais, que são a principal forma de tratamento para a correção de patologias ligadas à pisada inadequada e que podem causar desequilíbrios em toda a estrutura postural do indivíduo. “Toda a pessoa que tem algum desequilíbrio desse tipo tem uma predisposição maior a ter lesões. Quando esses desequilíbrios são corrigidos, o problema melhora. As palmilhas são a principal forma de corrigir essas desarmonias, pois hoje, apesar de termos calçados com tecnologia avançada no mercado, as empresas são proibidas de colocar na caixa que tal calçado é para corrigir um tipo de pisada, pois cada indivíduo é único e as palmilhas corrigem em milímetros”, argumenta.

Ddor serve de alerta

Os dois profissionais da área são categóricos ao afirmar que a dor é o principal alerta de que o corpo está em desequilíbrio.“O principal termômetro é a dor. Se a pessoa não tem dor, então ela está equilibrada”, afirma Marcelo Gioia.“O que a gente escuta é que o corredor e o atleta têm que sentir dor, não é verdade! Tem a dor da fadiga, mas tem a dor que pode levar à lesão. Se está doendo é porque tem algo acontecendo”, conclui Sabbá.

Serviço

Teste da pisada e fisioterapia

Onde: Espaço Saúde Dom Pedro - Av. D. Pedro, 255 - fisioterapeuta Marcos Sabbá

Contato: 3656-7901 e 81280080

Onde: Clínica Check Up - Av. Umberto Calderaro, Adrianópolis - fisioterapeuta Marcelo Gioia

Contato: 2125-5975. 


publicidade
publicidade
Autoexame da mama não substitui exame clínico, diz Ministério da Saúde
Confira a lista dos 774 convocados no concurso da Susam de 2014
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.