Quarta-feira, 24 de Julho de 2019
Viagem

Toscana dos casais: Lugares perfeitos para se apaixonar na Itália

 A Região da Toscana está no centro da Itália e tem como capital Florença. Uma segunda divisão territorial são as Províncias que abrangem diversas cidades



1085231.jpg Vista de Prata de Massa Marittima, vila no alto da montanha na região da Toscana. ( Arquivo Pessoal e reprodução)
22/05/2016 às 07:20

Vilarejos imersos em paisagens deslumbrantes. Passeios tranquilos, para conhecer a fundo os costumes e as preferências  da população local. Fazer uma viagem assim pela Toscana é o desejo de muita gente, especialmente de casais, por ser uma das regiões mais românticas da Itália e do mundo. E esse sonho pode ser palpável com um bom planejamento em grupo.. 

Foi dessa forma que três casais de amigos, que vivem em Manaus, conheceram o lugar. A contadora Iolanda e o arquiteto Sérgio Monteiro de Paula; a administradora Jô e o engenheiro Djabir Kodra; e o também engenheiro  Carlos Fabiano e a empresária  Annik Souza planejaram durante meses a viagem de três semanas pela Europa, das quais uma inteirinha foi dedicada à  Toscana, região, que todos queriam desvendar sem pressa. 

O lugar foi o ponto de partida para uma aventura deliciosa, cheia de belezas naturais, arquitetônicas e rica enogastronomia. “Saímos de Manaus para Lisboa, onde pernoitamos para descansar da longa viagem. No dia seguinte, fomos para  Roma, onde alugamos uma van no aeroporto e seguimos direto para a Toscana, pois já conhecíamos a capital italiana. Essa é a melhor dica para quem vai em grupos, alugar um carro grande e com janelas amplas, assim todo mundo participa e vê as coisas que são mais importantes”,  indica Sérgio Monteiro de Paula.   

Sem pressa de voltar

Com um roteiro não muito extenso e sem o compromisso de cumprir tudo de uma vez, eles foram conhecendo as várias cidadelas e vilarejos locais, não como turistas pré-guiados, mas ouvindo e seguindo a indicação dos moradores. 

“Procurávamos saber com pessoas da região dicas para ruas bacanas, restaurantes, vinhedos...A gente perguntava e ia embora. Parávamos, bebíamos vinho. Fizemos muito isso. Assim a gente conheceu pequenas cidades, conversamos com muita gente. Comíamos em restaurantes pequenos com três a quatro mesas e uma comida que era colhida ali, na região. Todos já haviam ido pra Itália, mas não conhecíamos essa região da forma que conhecemos, por isso foi tão especial”, relatou.

Bons atrativos

 A Região da Toscana está no centro da Itália e tem como capital Florença. Uma segunda divisão territorial são as Províncias que abrangem diversas cidades.  Entre as mais famosas, Montalcino a apenas 109 km da capital,  bucólico vilarejo medieval, localizado no alto de uma colina. 

“É rodeada pelos vinhedos produtores do Brunello, um dos melhores vinhos tintos da Itália e do mundo”, indica. A cidade oferece uma enoteca localizada na Fortezza, uma fortaleza do século 14, onde uma grande variedade de vinhos pode ser provada.

“Siena é outra cidade que deve ser visitada. Lá também há vinhos e sorvetes maravilhosos e é onde acontece o Palio de Siena, uma corrida de cavalos na praça principal, a Piazza del Campo, uma praça em formato de concha, que ocorre duas vezes por ano”, 
indica.

Mas não é só nas cidades grandes que se encontram diversos atrativos. Nas cidadelas menos assediadas pelo turismo de massa é oferecido esse “slow travel”, o viajar sem pressa, tão querido dos casais. 

“Fixamos nossa base em uma cidadezinha Prata di Massa Marittima, na região de mesmo nome, que é menor que a de Grosseto. Ficamos  no alto de uma montanha. De lá conhecemos muitos lugarejos lindos e isso fez toda a diferença”, pontua.

Dicas dos viajantes

1- Montar um roteiro sem ter a obrigação de seguir aquilo é a dica numero um. Se der tempo faça. Do contrário fique tranquilo. É melhor fazer aquilo que se está gostando do que estar bem no lugar e ter que cortar.

2 - Procure sempre pelo Trip Advisor e pegue dicas com os moradores. Se vai no restaurante, tire a dúvida na padaria. E se for na padaria, pergunte no restaurante onde se toma o café bom; 

3-Isso é viagem para conhecer e não para comprar. Quem vai para um lugar desses não pode estar preocupado em comprar absolutamente nada. 

4- Use mala pequena para não ocupar espaço. Às vezes é preciso ir para um hotel na hora, então evite carregar muita coisa;

5- Em vez de cada um pagar a sua conta, faça  um único caixa. Todo dia todos “pingam” uma quantidade “X” de Euros e uma pessoa fica responsável por administrar. 

6- Procure sempre o roteiro com os moradores; 

7 - Dê uma olhada na temperatura das cidades que você vai com antecedência;

8- Nada de luxo no vestir.  Não tem porquê querer andar elegante. Exceto em Florenca ou Milão, as demais cidades são simples.  

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.