Publicidade
Entretenimento
Vida

Vai ter bonsai sim: floricultura local realiza curso sobre a técnica japonesa de jardinagem

Além do curso, a loja também realizará a Feira de Rosas do Deserto, evento que serve como uma espécie de lançamento da bela flor em Manaus 28/10/2015 às 08:48
Show 1
“É interessante porque não é um curso que vai tratar somente de teoria. Os participantes vão pôr na prática o que vamos ensinar", disse diretora da loja
Lucas Jardim Manaus (AM)

O primeiro final de semana de novembro trará uma excelente oportunidade para os entusiastas de jardinagem e paisagismo em Manaus. Nos próximos dias 6 e 7 será realizado um curso de bonsai, no qual os participantes poderão ficar por dentro de todas as técnicas que envolvem essa prática, originada no Japão, bem como pôr as mãos na massa na criação de um bonsai autêntico.

“É interessante porque não é um curso que vai tratar somente de teoria. Os participantes vão pôr na prática o que vamos ensinar, saindo do curso com um bonsai que eles mesmos fizeram”, explicou Érika Eto, diretora da floricultura Flora Shizué, que está por trás da iniciativa. 

Segundo ela, informações de como realizar o plantio, adubação, manuseio e podagem do bonsai estão na ementa do curso, que custa R$ 150 - valor que já inclui a muda e o vaso da planta que será dos participantes no final do curso, que será ministrado por Edith Eto, atuante na área de paisagismo em Manaus há mais de 20 anos.

No total, serão três turmas com, no máximo, dez alunos cada. Uma delas acontecerá na sexta-feira (6) à tarde, e as outras acontecerão sábado (7), uma pela manhã e outra pela tarde.

As aulas acontecerão na Flora Shizué, localizada na avenida Laguna, 980, bairro Lírio do Vale I, em frente ao posto ATEM, e terão duração de duas horas. Segundo a organização, os participates receberão um certificado após a atividade.

Feira

Além do curso, a Feira de Rosas do Deserto também acontece nos dias 6 e 7.  O evento serve como uma espécie de lançamento da bela flor em Manaus, que, segundo Érika, é bastante atrativa considerando as altas temperaturas do clima local.

“A rosa do deserto é uma flor muito bonita e resistente, sem falar que floresce o ano todo, algo raríssimo em um clima como o nosso”, explicou a diretora da Flora Shizué.

Ela também destaca que as raízes da planta também têm valor estético, já que crescem em diversas formas. “Elas são bem grossas e chamam bem a atenção. Você pode encontrar até algumas que parecem uma pessoa sentada. Não é só a flor que é bonita”, concluiu Érika.

A rosa do deserto

A rosa do deserto (adenium obesum), também conhecida como lírio-impala, é famosa entre os amantes de flores no mundo todo por conta de sua beleza e versatilidade. As flores são tubulares, simples, com cinco pétalas, e podem ser obtidas em plantas jovens.

Parte de sua natureza versátil vem do fato do fato de possibilitar a enxertia, ou seja, a união de tecidos de duas plantas diferentes, que permite a combinação de características distintas delas. Essa possibilidade é uma das razões pelas quais, em tese, a flor pode ser personalizada a gosto do comprador e atualmente exista em diversas modelagens.

Publicidade
Publicidade