Publicidade
Entretenimento
OLIMPÍADAS

Voluntários, turistas e moradores da Ponta Negra já estão com saudades do ‘Live Site’

A voluntária Luana Pinheiro, 18, disse que a participação no Live Site é uma experiência que  vai guardar para toda a vida. A jovem pretende trabalhar com turismo e afirma que o trabalho conta pontos para o futuro 20/08/2016 às 09:36 - Atualizado em 20/08/2016 às 10:58
Show capturar
Luana diz que adorou ser voluntária. (Fotos: Antonio Menezes)
Alik Menezes Manaus (AM)

Os jogos do Torneio de Futebol das Olimpíadas Rio 2016 em Manaus, na Arena da Amazônia, encerraram, mas o Live Site, na Ponta Negra, acontece até este domingo e empolga voluntários, turistas e moradores da região. 

A voluntária Luana Pinheiro, 18, disse que a participação no Live Site é uma experiência que  vai guardar para toda a vida. A jovem pretende trabalhar com turismo e afirma que o trabalho como voluntária conta pontos para as decisões que ela tomará no futuro. “Está sendo  fantástico, conheci muits pessoas, aprendi e aprendo algo todos os dias. Eu nunca vou esquecer os momentos que vive aqui”, disse Luana Pinheiro. 

A jovem contou que os turistas que frequentam o evento nos dias de show são empolgados e a motivam cada vez mais no trabalho voluntário. “Eles são educados, carismáticos, se interessam pelo nosso Estado. Isso é muito bacana”, contou. 

E por falar em carismáticos e educados,  a jovem nunca vai esquecer de um presente que ganhou de um turista desconhecido. “Eu ganhei um ingresso para assistir um jogo na Arena da Amazônia. Fiquei tão feliz porque eu nunca entrei na Arena”, disse Luana, que não lembrou o nome do turista que lhe presenteou. 

Outra voluntária empolgada com o trabalho é a estudante de turismo, Izabelle Uchoa Fróes, 20. A jovem disse que a experiência foi fantástica e vai agregar muito na carreira profissional dela. “Esse tipo de trabalho voluntário me dá um leque de novas experiências e a cada dia tenho a possibilidade de conhecer e aprender algo novo”, disse Izabelle Fróes. 

A universitária contou que está triste porque o evento  está próximo do fim, mas feliz e ansiosa pelos planos que tem em mente. Um deles é o de ser voluntária no próximo grande evento que o Brasil ou o Amazonas for sediar. “Eu não consigo  parar de pensar no que aprendi e vivi aqui. Espero que logo apareça outro grande evento para participar”, afirmou. 

O empresário Carlos da Mota, 27, que mora em um dos condomínios da Ponta Negra há quatro anos, contou que o Live Site foi um dos melhores eventos realizados na Ponta Negra nos últimos anos. “Foi um evento bem organizado, com uma programação diferenciada e que nos da vontade de sair de casa para assistir”, contou. 

Para o empresário, o evento deu a oportunidade de pessoas de diferentes estados se conhecerem. “Às vezes a gente não sai de casa para esses eventos com medo de brigas e confusão. E nesse eu não soube de nenhuma grande confusão, as pessoas foram lá para se divertir juntas”.

 Casal se impressiona com o evento

O casal de turistas Evaldo Cavalcante, e Maísa Castelli, ambos de 27 anos, escolheram o Amazonas para passar a lua de mel e se impressionaram com o evento realizado na Ponta Negra.

Cavalcante disse que escolheu o Amazonas para passar um dos momentos mais importantes da vida dele por causas das belezas naturais, mas ficou deslumbrado com o Live Site.  “A gente nem sabia que o Amazonas estava sediando esse evento. Ontem assistimos um dos shows e foi muito bacana. Gostamos bastante do astral das pessoas”, contou. 

O jovem disse que gostou de tudo que viu no Amazonas e gostaria de passar mais alguns dias no Estado para conhecer outros pontos.

Publicidade
Publicidade