Publicidade
Entretenimento
Vida

Vozes das 'Dessanas' revivem bons tempos durante show

“As Dessanas – Para recordar”, dia 6 de junho, a partir das 22h, no Toc Toc Delícias & Chopp 26/05/2013 às 16:21
Show 1
Hêmilly Lira, Ana Cláudia Ribeiro, Maria Isabele e Susy Máury irão cantar toadas do Garantido e Caprichoso, além de canções de compositores da terra
Jornal A Crítica Manaus

As vozes femininas das eternas Dessanas, Hêmilly Lira, Ana Cláudia Ribeiro, Maria Isabele e Susy Máury, se encontram novamente, mas dessa vez para “matar” a saudade dos fãs e emocionar os torcedores dos bumbás Caprichoso e Garantido. O evento, batizado de “As Dessanas – Para recordar”, acontece no dia 6 de junho, a partir das 22h, no Toc Toc Delícias & Chopp.

Apesar da possibilidade de um retorno, Hêmilly Lira explica que neste primeiro momento tudo não passa de um encontro. “Estamos atendendo aos pedidos dos fãs. Há uma possibilidade de voltarmos, mas agora é só reencontro”, disse a cantora.

Idealizado em 2006, pelo jornalista Herman Marinho e com direção musical do maestro Valteir Almeida, o grupo nasceu para mostrar o ritmo e as canções inspiradas no cotidiano do povo que habita o Amazonas.

Proposta Sobre a ideia de juntar as vozes novamente, Hêmilly contou que todas são amigas e que sempre se encontram em outros eventos. Contudo, a proposta de juntar o grupo partiu da produtora Márcia Oliveira, porém era para ter acontecido ano retrasado ou passado.

“Hoje, parece que caiu como uma luva relembrar aquele trabalho lindo que a gente tinha. Queremos uma noite de festejos. É um momento que a gente quer festejar e relembrar coisas boas. Coisas ruins nós não queremos lembrar”, disse Hêmilly.

“Temos um carinho muito grande pelo projeto. Juntos vivemos momentos inesquecíveis, embalados pela toada. Como as cantoras mantém uma relação de amizade, mesmo depois de 4 anos separadas, lancei a ideia, e logo, as meninas, o Herman e o Valteir, aceitaram o convite”, complementou Márcia.

Superação As Dessanas foram responsáveis por quebrar barreiras, pois, muitas pessoas aceitavam apenas homens nos vocais. O maior desafio para o grupo foi encontrar a melhor forma para solucionar o problema. “Precisamos estudar bastante, adaptar as toadas para nossas vozes foi um trabalho difícil, mas fizemos isso juntas. Esse que era o diferencial: não lutávamos sozinhas. Essa questão fortaleceu até mesmo a nossa amizade”, disse a cantora Susy Máury que participou da primeira formação do grupo.

No repertório, canções totalmente amazônicas. O público fará uma viagem ao tempo ao relembrar toadas como “Aquarela da Amazônia”, “Vento Norte”, “Canoeiro”, “Miscigenação”, “O amor está no ar”, “Toada do cônsul”, “Amor de Yandê”, entre outras. O grupo ainda pretende exaltar os grandes compositores da terra como Chico da Silva, Ronaldo Barbosa e Ariosto Braga.

Os ingressos para o show “As Dessanas – Para recordar” custam R$ 10 (individual) e R$ 40 (mesa - com quatro lugares).

Publicidade
Publicidade