Publicidade
Entretenimento
INFLUENCER

Youtuber Fabi Santina viaja ao Amazonas e publica série de vídeos sobre o Estado

As aventuras da influencer já estão disponíveis em quatro vídeos no canal de Fabi através da Snack, maior rede brasileira multiplataforma de social vídeo 21/05/2018 às 11:58
Show bv0121 2f
(Foto: Divulgação)
Alexandre Pequeno Manaus (AM)

Com mais de 1 milhão e 400 mil inscritos em seu canal no Youtube, Fabi Santina aterrissou no Amazonas para uma série de vídeos especiais para a plataforma. As aventuras já estão disponíveis no canal através da Snack, maior rede brasileira multiplataforma de social vídeo.

Foi a minha primeira vez em Manaus, no Amazonas de modo geral. O convite surgiu através da minha amiga Sabrina Bull, que também é uma youtuber e guru de viagens na Internet. A gente fez uma parada de um dia em Manaus para conhecer um pouquinho da cidade antes de ir para a floresta”, conta a youtuber.

Em Manaus, a primeira parada foi no hotel Boutique Casa Teatro, localizado no Centro Histórico da cidade e ao lado do Teatro Amazonas, um dos principais pontos turísticos da região.

Delícias culinárias
No almoço, a youtuber e amigos almoçaram no Caxiri, ao lado do Teatro, e puderam se deliciar com a culinária local. Fabi aproveitou para provar de tudo um pouco: banana pacovan, peixes típicos e os sucos regionais. “Eu amei, ele é azedinho e doce ao mesmo tempo, não tem um gosto para comparar”, conta sobre o suco de cupuaçu.

Fabi também aproveitou para provar o famoso jambú, conhecido por deixar a boca adormecida: “O efeito demorou um pouquinho, mas deu para sentir uma coisa diferente na língua”, revela. O passeio ainda contou com uma visita à praia de Ponta Negra, deixando Fabi encantada com a beleza do lugar.

Três perguntas
Fabi Santina, digital influencer

O que você ouvia antes sobre a cidade? E como ficou sua opinião agora com a cidade?

A única coisa que eu ouvia sobre a cidade é que era para eu me preparar para o calor, mas acabei não pegando esse calor todo, estava um clima mais ameno. Eu amei a cidade, ela é muito gostosa para passear e visitar. A cidade é um misto de cidade grande como São Paulo, mas com cara de interior, um urbano mais tranquilo. Eu fui num domingo, então eu não peguei trânsito, foi mais tranquilo. Já em Ponta Negra, apesar de ser praia de rio, me deu muito aquela sensação de praia quando eu vou no final de ano para o litoral, com muita gente, com aquele clima gostoso à noite.

O que você achou no geral da gastronomia? Gostaria de destacar algum prato?

Só comemos no restaurante Caxiri, em Manaus, mas eu amei simplesmente tudo! Nós experimentamos um pouco de cada prato porque queríamos conhecer um pouco da comida típica. Comi peixe quase todos os dias da viagem e olha que nem sou muito fã, achei tudo delicioso! O abacaxi de lá é sensacional, é docinho fora de série, não existe abacaxi igual. Outra fruta que achei diferente foi a banana da terra, que eles chamam de Pacovan, é muito diferente da nossa aqui de São Paulo, não é ressecada, é bem docinha.

Qual o momento mais marcante da viagem? 
Para mim o momento mais marcante da viagem foi quando a gente visitou a comunidade ribeirinha do Tiririca, isso lá em Novo Airão. As pessoas são simples, vivem em condições humildes, mesmo assim dava para ver que eram felizes, isso foi muito marcante para mim. Às vezes temos tudo e reclamamos, enquanto algumas pessoas são felizes com muito menos.  Outro ponto que me surpreendeu foi o Rio Negro, eu fiz os passeios de lancha e canoa e o que achei mais lindo foi o reflexo da luz, do céu e das plantas.

Publicidade
Publicidade