Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2021
Cinema

Zeudi Souza prepara lançamento de novo curta-metragem

‘O Buraco’ é um terror psicológico sobre uma criança que observa todos os dias uma mulher sofrer violência doméstica



IMG-20201226-WA0196_EC21CEE6-71E4-4D3E-A9DA-0774586F9292.jpg Foto: Divulgação
11/01/2021 às 19:51

Atuando desde 2004 no cinema amazonense, com mais de 14 curtas no currículo, o cineasta Zeudi Souza se prepara para lançar seu mais novo trabalho: ‘O Buraco’. A obra de terror psicológico conta o drama de uma criança, que através do buraco na parede do seu quarto observa todos os dias uma mulher sofrer violência doméstica impetrado por um homem.

Zeudi, que assina o roteiro e comanda a direção do curta, conta que a ideia para o filme surgiu com base nas notícias de violência doméstica vistas diariamente. “É uma ideia recente, o tema é muito forte e atual, ela surge dessas observações do cotidiano e das movimentações sociais acerca do tema”, afirma ele.



Para o cineasta, a violência doméstica configura-se como uma das expressões de violência social contra as mais mulheres que mais se tem notícias diárias nos noticiários. “O curta-metragem é recheado de conceitos que envolvem questões morais e psicológicas sobre a ótica de uma criança que vivencia a todo o momento todo tipo de violência dentro do seio familiar, desde as brigas em casa, ao sentimento de solidão por estar sempre trancado dentro de um quarto como forma de se proteger do homem”, complementa Zeudi.

Segundo ele, o conflito da narrativa se desenvolve a partir das questões sobre a violência doméstica, e de como todas as saídas vão se estreitando em um processo de angústias para a mulher e para a criança.

Pandemia, lançamento e Babete

Obedecendo todos os protocolos de segurança, tanto para a equipe quanto para a família que alugou a casa para a produção, as filmagens ocorreram entre os dias 26 e 29 de dezembro. “O Lançamento ocorrerá pelas plataformas digitais, a data ainda está em aberto porque estamos na fase de finalização da obra”, disse ele.

Por fim, o cineasta revelou, ainda, que já está trabalhando no seu novo projeto, desta vez um longa-metragem. “Estou no processo de escrita do meu primeiro longa chamado ‘Babete’, que conta a história de uma mulher trans da terceira idade que após a morte do marido vai viver em um asilo”, concluiu ele.

Carreira

Zeudi Souza é graduado em Teatro com Bacharel em direção e atuação pela Universidade do Estado do Amazonas, Pós Graduado em Cinema e Linguagem Audiovisual pela Universidade Estácio de Sá (RJ).

Atuou como curador de artes cênicas no projeto Palco Giratório pelo Sesc Amazonas de 2016 a 2018. Membro do Fórum do Audiovisual do Amazonas, atua ativamente nas questões políticas e culturais do setor do audiovisual.

Entre suas principais obras estão os curtas: ‘Perdido’ (2010) e no ‘No Rio Das Borboletas’ (2017). Ainda dirigiu os documentários ‘Promessa’, ‘Vivaldão: O Colosso Do Norte’ e ‘Nossa Senhora do Carmo: Padroeira de Parintins’ (2017).

Na cena teatral ficou em segundo lugar no Festival Breves Cenas com o Espetáculo ‘As virgens da canta galo’. Atuou ainda como roteirista nos curtas ‘E Agora mais um besteirol’ e ‘Gritos da Noite’, além de preparar o elenco para os filmes: ‘Na rota da ilusão’, ‘Assim’, ‘Aquela Estrada’, entre outros.

Foi professor do Liceu de Artes e Ofícios onde ministrou o Curso de Cinema e lecionou na Universidade do Estado do Amazonas para o curso de cinema.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.