Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019
Especiais

Bumbódromo fica azulado com ensaio técnico do Caprichoso

A passagem de som do boi azul e branco estremeceu o bumbódromo na noite desta quarta-feira (27) em Parintins (AM)



1.jpg Ensaio técnico do Caprichoso no Bumbódromo, em Parintins (AM)
28/06/2012 às 00:41

O Bumbódromo de Parintins (a 325 quilômetros de Manaus) estremeceu durante a passagem de som na noite desta quarta-feira (27). O boi azul e branco mostrou que vem à Arena com muita garra de seus itens, além de acrobacia e audácia nos passos coreografados.

O ensaio técnico teve início às 22h30 e lotou as duas arquibancadas da Arena. A passagem de som começou com o levantador David Assayag cantando a música feita em sua homenagem “Sensibilidade”, que arrancou gritos da galera que esteve presente.



O primeiro item feminino a entrar foi a Sinhazinha da Fazenda, Tainá Valente, que animou o público dançando a toada “Rostinho de Anjo”, de 1999, marco do item no boi Caprichoso.

A entrada de Jeane Benoliel, porta estandarte do boi azul, foi um dos pontos altos do ensaio. Os aplausos da galera para Jeane eram ouvidos mesmo com o alto som da Marujada de Guerra que agitava os presentes.

A Rainha do Folclore, Brena Dianná  e a Cunhã-poranga do boi azul, Maria Azedo, foram os dois últimos itens femininos a entrar na Arena acompanhadas de passos coreografados.

Waldir Santana, o pajé do boi Caprichoso, marcou os momentos finais do ensaio.Os passos de tribo, que marcam a característica do festival, estavam casados com as aparições do pajé.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.