Terça-feira, 21 de Janeiro de 2020
Especiais

Cinzas de Chico Anysio serão levadas ao Projac e à Maranguape, no Ceará

A despedida de Chico Anysio levou amigos, famosos e curiosos ao Theatro Municipal do Rio de Janeiro, onde acontece o velório do humorista



1.jpg Coroas de flores são colocadas em frente ao Theatro Municipal do Rio de Janeiro no velório de Chico Anysio
24/03/2012 às 16:25

A cerimônia de cremação do corpo de Chico Anysio foi confirmada para as 13h deste domingo (25) no Cemitério do Caju. Parte das cinzas do humorista serão levadas à floresta do Projac --centro de produção da Rede Globo, no Rio de Janeiro-- e outra parte para Maranguape, no Ceará, onde Chico nasceu. As informações foram confirmadas ao UOL pelo advogado do humorista, Paulo Cesar Pimpa.

A despedida de Chico Anysio, que morreu nesta sexta-feira (23) em decorrência de falência de múltiplos órgãos, levou amigos, famosos e curiosos ao Theatro Municipal do Rio de Janeiro, onde acontece o velório do humorista na manhã deste sábado (24).



Apesar da tristeza que toma conta dos presentes, o comediante Marcos Veras disse que não há clima fúnebre no local.

"Mesmo com todo mundo triste, lá dentro estão todos contando piada, relembrando momentos engraçados de Chico. Ainda há humor", disse.

"O velório é um misto de humor e tristeza. De certa forma, já esperávamos [pela morte]. É um triste alívio", disse o humorista Hélio De La Peña do "Casseta & Planeta". "Clima bom, de família se despedindo. Tristeza sim, mas com um astral legal", falou o ator Leandro Hassum.

Ainda segundo Veras, que trabalhou com Chico no "Zorra Total" durante três anos", a viúva do humorista, Malga Di Paula, está o tempo todo ao lado do caixão. "Ela está sofrendo as últimas coisas que têm para sofrer", contou ele. No início da manhã, Malga escreveu em seu Twitter que "a dor é dilacerante.

Os primeiros a chegarem ao Theatro, por volta das 8h30, foram os filhos de Chico, Bruno Mazzeo e Nizo Neto. O primeiro estava acompanhado da ex-mulher, a atriz Renata Castro, e o segundo estava com a mulher Tatiana Presser. Também passaram pelo local o sobrinho Marcos Palmeira acompanhado do pai, o cineasta e irmão de Chico, Zelito Viana, e amigos como Marília Pêra, Glória Pires, Elymar Santos, entre outros.

 


Mais de Acritica.com

20 Jan
trans_8C3DB8BB-BCF9-43E8-B068-3BED79D3DBF5.JPG

Mutirão retifica nomes e assegura identidade de travestis e transsexuais

20/01/2020 às 20:27

Como o procedimento feito diretamente no cartório não é tão simples (a lista de documentos exigidos é extensa) e nem sempre é barato (custa em média entre R$350 a R$ 400), a ação visa não somente facilitar a vida das pessoas transexuais que desejam alterar o nome e gênero de registro em sua documentação de nascimento, como também vai acompanhar e custear a certidão de tabelionato de protestos


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.