Publicidade
Especial
David canta Garantido

David Assayag canta Garantido no centenário

Levantador do Boi Caprichoso gravou participação no CD extraoficial lançado por um grupo de compositores do vermelho 25/06/2013 às 15:05
Show 1
David Assayag
Jonas Santos Parintins

O levantador de toadas do boi Caprichoso, David Assayag, gravou o CD com toadas do Garantido, produzido por um grupo de compositores que não tiveram suas músicas incluídas no CD oficial do boi da Baixa do São José. David canta 16 toadas, a maioria que fala do amor de 100 anos pelo Boi Garantido. O cd intitulado “Quem manda é a galera”, traz ainda, na abertura, a gravação do último registro da voz de Lindolfo Monteverde, o fundador do  Garantido, que entoa a clássica toada “Urrou meu novilho”, de autoria dele. O disco, segundo os produtores, celebra o centenário do bumbá, que mais vezes venceu o Festival Folclórico de Parintins.

“Trata-se de um registro histórico para o ano do centenário. Eu também fiz parte da história do Garantido e nada mais justo do que eu deixar a minha voz neste CD, como lembrança. Veja bem, eu sai do Garantido em um processo que não foi muito bem explicado”, avalia o levantador de toadas do Caprichoso, que esteve por 15 anos defendendo as cores vermelha e branca. David transferiu-se para o Boi Azul, em setembro de 2009, após desentendimento com a diretoria do Garantido.

Participações

Além do vozerão de David, também cantam no disco a “Rosa Vermelha” Márcia Siqueira e o exapresentador Paulinho Faria. O CD é produzido por Rafael Lacerda, João Paulo Faria, Mencius Melo e Neto Cidade. No repertório estão incluídas toadas de compositores como Emerson Maia (Inesquecível Lindolfo/1980); Tadeu Garcia ( Tributo ao caboclo/1995); Demetrius Haidos e Geandro Pantoja( Centenário do boi Garantido); e de Chico da Silva que assina a obra “Garantido no cio”.

Independente

O compositor Paulinho dú Sagrado, que hoje está no Caprichoso, também participa da gravação com arranjos. “É uma obra independente. Gastamos mais de R$ 12 mil. A tiragem inicial foi de mil cópias. Mais de 80% do CD será enviado e distribuído gratuitamente em Parintins”, disse um dos produtores do disco, João Paulo Faria.

Publicidade
Publicidade