Sábado, 16 de Novembro de 2019
Especiais

Garantido realiza ladainha em Parintins

A reza é feita em latim e puxada pela família Monteverde, fundadora do boi vermelho e branco



1.jpg Os brincantes do Garantido fazem o rito da reza da ladainha, em homenagem ao mestre Lindolfo Monteverde, criador do boi
24/06/2012 às 23:57

Para relembrar a promessa de Lindolfo Monteverde a São João Batista, o Garantido reuniu neste domingo (24), alguns brincantes no curralzinho, na baixa do São José para celebrar a ladainha. A “reza” foi comandada por uma das filhas do criador do boi vermelho, Maria do Carmo Monteverde, de 74 anos.

“Esta é uma data muito significativa para mim, pois lembra o tamanho da fé do meu pai que fez esta promessa e conseguiu ter a saúde de volta, além é claro de reviver a tradição”, disse Maria do Carmo.



Para a filha do fundador do Garantido a ladainha é que o mantém acesa a chama da tradição.

“O amor que temos por este boi é enorme e não podemos deixar de relembrar como tudo começou, por isso faço questão de estar presente todos os anos”, comentou.

Antes da ladainha, cantada em latim, os brincantes rezaram o terço e cantaram algumas músicas.  


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.