Sábado, 16 de Outubro de 2021
Série C

Na Colina, Manaus empata com Botafogo-PB em jogo sem gols

Com 25 pontos, Gavião ainda permanece na ponta do grupo A, mas depende de tropeço do Paysandu diante do Ferroviário-CE para seguir na liderança



manbot_2C50B6B1-65EA-4713-9A9D-B2D5C78D6389.jpg Foto: Ismael Monteiro/Manaus FC
12/09/2021 às 18:53

Com um sol castigante, Manaus e Botafogo-PB empataram sem gols na tarde deste domingo (12), no estádio Ismael Benigno, a Colina, pela 16ª rodada da Série C. Com o resultado, o Gavião Real somou mais um ponto e chegou aos 25, podendo ser ultrapassado apenas pelo Paysandu-PA, que tem 24 e enfrenta o Ferroviário-CE, nesta segunda-feira (13). 

No próximo domingo (19), às 15h, o Manaus recebe o Ferroviário-CE, também na Colina, pela penúltima rodada da fase de grupos da Série C.

Primeiro tempo

Com um sol escaldante, que castigou ambos os times no início da partida, Manaus e Botafogo-PB começaram se estudando, sem forçar o ritmo. Aos 16, nem Gavião ou Belo fizeram os goleiros trabalharem. As defesas bem postadas, dão poucas chances aos ataques.

Aos 20, na primeira oportunidade de finalização da partida, Rafhael Lucas tentou o chute pelo lado esquerdo do ataque, próxima a grande área, mas acabou isolando, mandando por cima do gol. Com 23, após descida do Belo, Tsunami colocou na área, Welton testou sem jeito e a bola nem chegou ao gol de Gleibson.

Após a parada técnica, Juba dominou na entrada da área, ajeitou pra perna direita e chutou, a bola ainda desviou e ganhou a linha de fundo. Na sequência uma blitz do Belo. Após cobrança de escanteio, Juba ficou com a bola dentro da área, tentou finalizar, mas a defesa interceptou bem e afastou o perigo.

Com o relógio marcando 47 minutos, na primeira finalização que fez o goleiro do Belo trabalhar, Guilherme Amorim experimentou do meio da rua e o goleiro Lucas espalmou pra fora.

Segundo tempo

Pelo centro do campo, Welton tocou para Clayton em profundidade, por trás defesa, o jogador do Belo chutou cruzado e a bola passou rente a trave. Aos 12, Guilherme Pira entrou no lugar de Rafhael Lucas e já mostrou seu cartão de visitas. O atacante puxou o contra-ataque pelo lado direito, tabelou com Dudu Mandai, que chutou e a bola foi pela linha de fundo.Com 19, Dudu cruzou na grande área, Denilson escorou, Gilson Alves dominou e chutou com efeito, a bola passou por cima de Lucas e foi pra fora.

Aos 28, Gilson Alves perde no pé de ferro para Cleyton, que toca para Ederson no lado esquerdo, o atacante coloca na área, mas Welton não consegue completar e a bola sai pelo outro lado, para a lateral.

Melhor na parte final, o Botafogo impôs uma blitz no ataque. Juninho chutou forte com a perna esquerda da entrada da área, a bola passou com muito perigo por cima do gol de Gleibson. Aos 44, quase o primeiro gol do Belo. Do meio da rua, o atacante Ederson chutou forte, a bola beijou o travessão e saiu pela lateral. Um minuto depois, a resposta. Philip subiu pela direita do ataque, cruzou com a perna direita e Denilson testou, a bola viajou perto do gol de Lucas, mas foi por cima.

Ficha Técnica

Manaus 0 x 0 Botafogo-PB (16ª rodada do Campeonato Brasileiro - Série C)

Local: Colina

Data: 12 de setembro de 2021, domingo

Horário: 15h

Árbitro: Thiago Luis Scarascati (SP)

Gols: Nenhum

Manaus: Gleibson; Edvan, Luis Fernando, Marcelo Augusto e Dudu Mandai; Guilherme Amorim (Derlan), Gilson Alves, Gabriel Davis (Douglas Lima) e Daniel Costa (Philip); Rafhael Lucas (Guilherme Pira) e Diego Rosa (Denilson); Técnico: Evaristo Piza

Botafogo-PB: Lucas; Sávio, D. Felipe, W. Machado e Tsunami; Tinga, Pablo (L. Lúcio), Clayton (Cleyton); Welton (Marcos Aurélio), Juba (Juninho) e Ederson; Técnico: Gerson Gusmão



Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.