Sexta-feira, 19 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Especiais

Águia Negra do Coroado e Unidas do São José se enfrentaram sob calor intenso neste domingo

As atletas do São José levaram a melhor e venceram por 4 a 1. A equipe segue com 100% de aproveitamento no torneio, com três vitórias em três jogos


30/11/2014 às 14:37

Duas equipes que disputam a categoria feminina no Peladão Brahma 2014, mostraram que são “cascudas” na manhã deste domingo (30). Os times do Águia Negra do Coroado e do Unidas do São José duelaram sob o calor intenso do meio-dia, no campo da Liga Esportiva do Ouro Verde, na zona Leste de Manaus. O sol “castigou” tanto as jogadoras que a partida precisou ser paralisada duas vezes para as atletas descansarem e fazer hidratação. Mesmo assim, a partida foi bem movimentada e as meninas botaram para quebrar. 

As atletas do São José levaram a melhor e venceram por 4 a 1. A equipe segue com 100% de aproveitamento no torneio, com três vitórias em três jogos. O triunfo de ontem valeu como um “consolo” para a equipe, que horas antes de jogar pelo Peladão, atuou pelas semifinais de um outro torneio comunitário, no São Raimundo, e foi eliminada. O Unidas do São José disputa o Peladão feminino há cinco anos com praticamente a mesma base e já foi semifinalista da competição em 2012. 

Já o Águia Negra do Coroado acumula um empate e uma derrota neste Peladão. A equipe disputa a competição pela primeira vez. A maioria das jogadoras jamais havia sequer jogado um torneio de futebol de campo. “As meninas estão se adaptando ainda. 90% delas cresceu jogando futsal. O Peladão é praticamente a primeira competição séria de futebol de campo que elas jogam. Então, por isso, acabo relevando os erros que cometemos”, resumiu o técnico e dono do time, o industriário Arnoldo Vieira. 

O primeiro tempo foi duro. Com um time mais jovem e cheio de gás, o Águia Negra foi pra cima e criou mais oportunidades. Mas, não demorou muito para o Unidas do São José impor superioridade. Aos 14 minutos, Gisela abriu o placar, ao escorar um cruzamento na área. Três minutos depois, a meia Darlei marcou um golaço. Ela recebeu livre na entrada da área e acertou um belo chute que entrou no ângulo esquerdo. Apesar do calor, os dois gols acabaram “esfriando” o duelo. 

No segundo tempo, Laurinha fez o terceiro logo aos 4 minutos. Aos 13, o Unidas chegou ao quarto em mais uma bela jogada, Gisela, Bel e Buiú trocaram passes desde o meio de campo, até a última concluir para o gol vazio. Mesmo com o placar adverso, o Águia não desistiu de atacar, e foi coroado aos 21 minutos, com um gol de honra marcado pela atacante Jeniffer. “Fico satisfeito com o que meu time apresentou. Temos uma equipe com poucas condições financeiras e fazemos o que dá. Mas acredito que vamos conseguir vencer pelo menos uma das duas partidas que nos restam e conseguir classificar para a próxima fase”, analisou Arnoldo Vieira, treinador da equipe derrotada. 

 

publicidade
publicidade
Masters do Corinthians enfrenta Seleção Evangélica do AM na Arena em maio
Ball Cats vai em busca do título da Champions Ligay em Brasília
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.