Publicidade
Carnaval
Especiais

Alegria marca desfile da Escola de Samba da Terceira Idade

A bateria da Escola de Samba da Vitória-Régia sob a batuta do mestre Didi Redman garantiu a animação durante todo o desfile. 10/02/2013 às 13:26
Show 1
Jandira Paiva da Silva em pleno Carnaval
acritica.com Manaus (AM)

Muita alegria e samba no pé em sete mil foliões distribuídos em 17 alas, na Escola de Samba da Terceira Idade, no Sambódromo na noite do último sábado (09). A iniciativa é apoiada pelo Governo do Amazonas via Secretaria de Estado da Juventude e Lazer (Sejel) com o projeto “Vidativa”.

Para a titular da Sejel, Alessandra Campêlo, o objetivo do evento é incentivar a socialização e a convivência dos idosos na sociedade.  “As fantasias foram confeccionadas por eles que ensaiaram e se dedicaram durante muitos meses para mostrar o melhor na avenida do samba”, disse Campêlo que aproveitou para registrar a beleza da festa e a alegria dos foliões.



Desfilando pela primeira vez no Sambódromo, no bloco dos amigos, o universitário William Nunes, 23 anos, acompanhou a mãe, dona Walcicle Nunes, 56, uma das participantes da ala dos palhaços. “Minha mãe curte muito o carnaval e é o segundo ano em que ela participa da Escola. Quis acompanhá-la para ficar mais pertinho e também compartilhar desta experiência divertida”, falou o universitário.

Há oito anos desfilando na ala “Sempre Jovem”, a aposentada Jandira Paiva da Silva, 87 anos, afirmou que desde sua juventude sempre gostou de dançar e do período carnavalesco. “Aqui é uma oportunidade para mostrar que mesmo com nossa idade avançada temos muito samba no pé e alegria”, destacou dona Jandira que faz parte do Grupo Missionário São Francisco, no bairro Amazonino Mendes, zona norte de Manaus.

Publicidade
Publicidade