Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2019
APARECIDA

Aparecida exalta as maravilhas do Estado do Pará no Carnaval de Manaus 2019

Escola de samba com mais títulos no Carnaval de Manaus é a última a se apresentar no desfile deste ano, levado para a avenida as riquezas do Estado vizinho



8754445_EE16D0EA-56E7-4643-A27F-E1AFC01CA269.jpg Foto: Euzivaldo Queiroz
17/02/2019 às 15:37

Última escola a entrar na avenida, a Aparecida, a maior vencedora de títulos no Carnaval amazonense (22 conquistas), vem falando do Pará com o enredo “Égua, maninho! Espia só! Tem açaí, tem tucupi, tem maniçoba. Tem carimbo, Çairé e Siriá. Tem boto e tem Yara, de Marajó... encantaria de arrepiar... Tem Ver-o-Peso, e rio-mar. Tem Nazinha a nos abençoar... A Aparecida vem mostrar que aqui também tem Pará!”.

“Nossa expectativa é sempre positiva. Estamos concretizando mais um trabalho de barracão com maestria, sucesso e com muito controle, lógico que aproveitando muito do nosso Carnaval, mas de uma forma muito criativa e expressiva para a nossa festa popular. Desenvolver esse tema foi até grandioso demais para nós”, ressalta Fabiano Fayal, um dos carnavalescos da agremiação verde e branca ao lado do presidente Saulo Borges.



“O Estado do Pará tem uma riqueza cultural e histórica, é um patrimônio do Brasil, e o que não faltou foram subsídios de cultura, de musicalidade, religiosidade, do orgulho do paraense em pertencer a essa terra tão maravilhosa e para nós é uma honra falar, transmitir o que esse povo é para o nosso grande Brasil”, acrescenta.

A “Pareca” reforçou seu time com um dos artistas de ponta do Festival Folclórico de Parintins: o diretor de alegorias Glaucivan Silva, que retorna à Mocidade Independente de Aparecida após 12 anos. Integrante do Boi Caprichoso, ele tem experiências no Carnaval de escolas de samba do Rio de Janeiro, São Paulo e Vitória e também atuou na confecção de estruturas natalinas.

“Eu falei para o presidente Saulo Borges que me sinto um filho pródigo, pois passei mais de 12 anos sem trabalhar na Aparecida devido à minha migração para o Rio, São Paulo e Vitória fazendo trabalhos de Carnaval e Natal. Também foram seis anos sem atuar no Carnaval de Manaus. Estou voltando agora após um convite da diretoria da escola Aparecida e estou contribuindo com o nosso carnavalesco Fabiano Fayal visando à grandiosidade dessa festa”, contou o artista.

O desfile vai marcar a despedida do Carnaval do presidente Saulo Borges, que é o carnavalesco com o maior número de títulos entre as grandes escolas de samba de Manaus: ele é detentor de 11 das 22 conquistas da Mocidade de Aparecida - a maior vencedora entre as agremiações de Manaus.

Música, cultura e religiosidade

O carnavalesco Fabiano Fayal   diz que  o Pará tem uma riqueza cultural e histórica espetacular. “É um patrimônio do Brasil, e o que não faltou foram subsídios de cultura, de musicalidade, religiosidade, do orgulho do paraense em pertencer a essa terra tão maravilhosa”.

Ficha técnica

Escola: Mocidade Independente de Aparecida
Enredo: Égua, maninho! Espia só! [...] Que aqui também tem Pará!”.
Fundação: 15 de março de 1980
Componentes: 3.800
Entrada na avenida: 5h20


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.